Tag: religião

27mar

Deus dará?

“Se Deus quiser, tudo vai dar certo”; “Se Deus quiser, vou conseguir vender mais”; Se Deus quiser, as coisas vão melhorar”.

     Toda vez que escuto alguém dizer “se Deus quiser” eu fico preocupado. Imagino que aquela pessoa está ao “Deus dará”. Não fez nenhum planejamento, não tem nem ideia de seu potencial de execução e ainda coloca o “Todo Poderoso” para tomar as decisões.

     Você acredita que Deus, quando acorda pela manhã, decide quem vai levar a pior até o final do dia? Eu não acredito! Imagino que você também não acredite nisto. Então por que acreditar que Ele vai escolher alguém para se dar bem?

     O que significa “Deus dará”? No livro “A Casa da Mãe Joana” de Reinaldo Pimenta, encontrei a seguinte explicação: “no século 17, vivia em Recife, Pernambuco, um comerciante chamado Manuel Álvares, que ajudava os soldados que a Fazenda Real deixava de abastecer. Quando ele não dispunha das mercadorias necessárias, dizia sempre: Deus dará! De tanto repetir a frase, ficou conhecido como Manuel Álvares Deus Dará. E os soldados, quando precisavam recorrer a ele, diziam: Vamos ao Deus dará.”. Como Manuel Deus Dará vivia em estado de penúria, a expressão se tornou sinônimo de abandono, desamparo, ao esmo…

     “Se Deus quiser”, pra mim, tem a mesma conotação de “Deus dará”. Não sou especialista em teologia, nem conhecedor de religião. Mas nem por isso, deixo de ter minha fé e acreditar que o ser humano tem um potencial fantástico. A fé remove montanhas! A montanha pode ser um obstáculo para ver o que tem adiante; Montanha de serviço significa ter muito serviço; Montanha de coisas a fazer significa que a pessoa planejou mas está com dificuldades em executar. Planejamento sem execução não é nada. Planejamento sem execução é o mesmo que fazer uma oração e esperar que Deus faça o resto. Antes de remover a montanha peça autorização do IEF, do Ibama e arrume uma caçamba bem grande.

     A pop star adolescente Miley Cyrus (Hanna Montana) canta uma música em que a letra é um contra-ponto do que acabei de escrever. Em uma tradução livre: Não importa o tamanho da montanha, nem se chegarei lá em cima rapidamente, nem o que me espera do outro lado. O que importa é a escalada (The climb). Não deixa de ser uma possibilidade. Por que remover todas as montanhas? Podemos escalar. Desejamos o sucesso, desejamos que as coisas melhorem sempre. Mas se não melhorar, a escalada poderá ser um aprendizado, a escalada nos fortalecerá os músculos para montanhas maiores. Sempre haverá novas montanhas.

     Somente quando perceber que as coisas em sua vida, em sua empresa ou no seu casamento acontecem em função de suas escolhas e não por decisão da Providência Divina, você terá a sabedoria de distiguir o que pode e o que não pode te levar ao sucesso e a felicidade.

     Na próxima vez que ouvir um “Se Deus quiser”, lembre-se, Deus sempre quer, mas você precisa fazer sua parte.

     Escrever sobre negócios e tocar no tema religião não é fácil. Aliás, as coisas fáceis já não existem há um bom tempo. Mesmo assim, quero ter sempre o direito de expressar minha opinião. Se por acaso, ofendi você leitor, saiba que também aceito escutar ideias diferentes da minha. Veja como argumenta bem um escritor que, em uma rede social na internet, defende que o Senhor é responsável por tudo: “Deus tem controle completo de todas as coisas. Isso inclui o universo como um todo (Salmos 103:19), o mundo físico (Mateus 5:45), as transações das nações (Salmos 66:7), nascimento e destino humanos (Gálatas 1:15), sucessos e fracassos humanos (Lucas 1:52), e a proteção do seu povo (Salmos 4:8)”.

     Com todos estes pontos de vista eu te pergunto: Deus dará?

Para ser um seguidor de Leandro Branquinho clique em Follow no http://twitter.com/radiovendas , para excomungá-lo, mande e-mail para radiovendas@gmail.com

Leandro Branquinho – Vendedor, publicitário, instrutor de vendas e consultor de empresas

© Leandro Branquinho 2017, All Rights Reserved