Tag: podcast

3abr

5 dicas infalíveis para vender mais


Como vender mais?

Esta é a pergunta que todo vendedor já se fez ao menos algumas vezes na vida.

Separei para você 5 dicas “infalíveis” para vender mais
Por que o “infalíveis” está dentro de aspas?

Porque não existe mágica, não existe milagre!
São os procedimentos, são as atitudes que você toma que te levam a ter sucesso em vender cada vez mais.
E com estas 5 dicas, aposto que você terá muito mais chances de conseguir mais vendas

dica número 1

Aproxime-se de seus clientes através das redes sociais


Ninguém bate meta ao postar textão no Facebook.
Ninguém bate meta por compartilhar piadas e memes na internet. Mas utilizar as redes sociais para se aproximar de seus clientes, é uma excelente forma de começar um relacionamento duradouro e lucrativo.

Entenda que redes sociais foram feitas para você se sociabilizar.
Se você utiliza o Facebook, Instagram, Whatsapp, Linkedin ou qualquer outra rede social só para fazer propaganda. Fique sabendo, muita gente te acha um chato.
Entenda que as pessoas compram de quem elas confiam, conhecem ou gostam.
Se você estiver presente nas redes sociais de forma agradável, terá mais chances de vender.

Minha sugestões são as seguintes:
-Curta e comente fotos que você mais gostar de seus clientes.
-Poste conteúdo educativo sobre o produto ou serviço que você vende
-Compartilhe depoimentos de clientes satisfeitos
-Mostre fotos dos bastidores de seu trabalho e quando for tentar vender alguma coisa,
-Utilize os grupos de compra e venda ou
-Chame seus clientes por mensagem e
-Jamais marque 40 pessoas em uma propaganda
(Caso atenda clientes corporativos, use o Linkedin como principal rede social).

Dica número 2
Estabeleça um horário fixo só para fazer prospecção

Pouquíssimos profissionais tem o hábito de separar um horário exclusivo para buscar novos clientes. A disciplina e a consistência de fazer o que precisa ser feito, pode trazer muito mais vendas.

Se você busca clientes através do telefone, separe um horário para fazer ligações.
Neste horário, feche o Whatsapp, feche o Facebook e se dedique exclusivamente ao telefone. Se você envia e-mails para buscar novos clientes, separe um horário só para esta atividade, sem distrações.

Não desista se nos primeiros dias não conseguir excelentes resultados.
Este é um trabalho de formiguinha.
É necessário ter dedicação, com hora marcada, dia após dia.
Uma pessoa que quer emagrecer se alimenta e se exercita com hora marcada.
Uma pessoa que quer se formar em uma faculdade, se dedica aos estudos com hora marcada.
Se você quer vender mais, tenha o compromisso de procurar por novos clientes todos os dias com hora marcada

Dica número trêsSepare um dia na semana para fazer pós-venda


Se você quiser vender mais, precisa ter clientes satisfeitos.
O que faz você ter sucesso em vendas é ter cada vez mais clientes.
Se você abandona os clientes que já compraram, você perde oportunidades de saber como pode melhorar o seu trabalho, perde oportunidades de corrigir problemas de uma venda mal feita e perde oportunidades de conseguir recomendações para atender novos clientes.
Fazer uma venda e não realizar o pós-venda é a mesma coisa que ganhar um prêmio e buscar só a metade.
Portanto, separe um dia na semana, ou separe um horário exclusivamente pra que você possa fazer pós-venda.
Pode ser através do Facebook, através do Whatsapp, através do telefone ou através de uma visita pessoal. Não importa qual ferramenta você vai escolher.
O que importa é entrar em contato com os clientes que já compraram para saber se eles estão satisfeitos, ou para saber se podem recomendar o seu trabalho, ou para saber das novidades de sua empresa.
dica número quatro

Aperfeiçoe suas perguntas

Vender carro, moto, consórcio, imóvel, serviços complexos  (ou qualquer outro produto de valor agregado mais alto) é um desafio muito grande para quem não sabe fazer perguntas. Jeffrey Gitomer, autor do livro A Bíblia das Vendas diz que:

“Você ganha ou perde uma venda em função das perguntas que você faz.”

Você precisa ter um repertório de perguntas. Para cada tipo de produto, é necessário fazer perguntas diferentes. Experimente fazer um seguinte: Pegue papel e caneta e faça uma lista de perguntas que você pode fazer para seus clientes.
Esta lista não deve funcionar para interrogar o seu cliente.
Serve para te dar uma base de como será a sua conversa. Se você entra em uma negociação sem saber o que perguntar, suas chances de vender são bem menores.
A lista de perguntas não é para você decorar e seguir um script decorado igual a maioria dos operadores de telemarketing. Ninguém gosta de conversar com gente que fala de forma robotizada. Ter uma lista de perguntas te dará uma base.
Mas lembre-se, é seu papel aperfeiçoar sua lista de perguntas para que a conversa com o cliente se torne natural.
Afinal de contas:
Você ganha ou perde uma venda em função das perguntas que você faz.

dica número 5
Perceba os sinais de compra

Tentar fechar a venda cedo demais é coisa de vendedor afobado.
Tentar fechar a venda tarde demais é coisa de vendedor distraído.
Não tentar fechar a venda é coisa de vendedor amador.

Quando o cliente está interessado, ele te dá vários sinais. Quando um cliente quer comprar uma roupa, ele experimenta no provador, depois volta para o balcão e fica olhando a roupa que ele já experimentou, claramente é um cliente que quer comprar aquela roupa.

Um cliente quando quer fechar negócio contigo, demonstra com alguns gestos. Por exemplo, imagine que você mostrou um folder ou o contrato para seu cliente. Depois de um tempo o cliente pega o folder (ou o contrato) pela segunda vez… Este é um claro sinal de que está na hora de partir para o fechamento da venda. Se o cliente não estiver interessado, ele não colocará a mão no papel pela segunda vez.

Um outro sinal que o cliente dá, é quando ele começa a fazer perguntas mais técnicas sobre seguro, sobre garantia ou sobre atraso no pagamento. Estar atento a estes sinais é fundamental para não perder o negócio.

Gostou das dicas?
Lembre-se de escrever um comentário ou compartilhar este post

Autor: Leandro Branquinho – Palestrante de Vendas
Acesse também:

PARA ATRAIR E BUSCAR NOVOS CLIENTES, PRIMEIRO CONHEÇA SEU CLIENTE

 

 

27jul
imagem divulgação do palestrante

Sim, a aparência pode fazer muita diferença


Clique no player acima para ouvir o episódio de hoje 🙂

Você acha que a sua aparência pode influenciar os seus clientes?
Você acredita que estar bem vestido pode afetar diretamente a satisfação de seus clientes?
Pode acreditar que sim.
Lee Cockerel ex-vice presidente da Disney fala o seguinte:
“Em mundo perfeito, a sua aparência, as suas roupas ou até o seu estilo de cabelo não afetariam o que os clientes pensam de você. Mas o mundo está longe de ser perfeito e a verdade é que as pessoas formam uma opinião sobre você já nos primeiros segundos de interação.”
É claro que em uma empresa que vende moda jovem, você não deve se vestir de terno e gravata. Assim como em uma joalheria, não é aconselhável vestir camiseta regata e sandálias.
Se você quer ser visto de maneira profissional, sua aparência e sua atitude devem ser congruentes. Pois veja bem, não é só a roupa e cuidados com a higiene pessoal. A maneira como você fala, a maneira como você se comporta também diz muito sobre a sua empresa. Pelo menos, na cabeça dos seus clientes é assim que as coisas funcionam.
Se você usa roupa social e fala muitas gírias e anda gingando o corpo, pode ter certeza que as pessoas vão julgar esta incongruência.
Portanto, cuide da sua aparência, cuide de suas roupas. Mas lembre-se que boa aparência não é sinônimo de roupas de marca. E lembre-se também daquela frase de um autor anônimo:
Chique é ser feliz; elegante é ser honesto, bonito é ser caridoso e charmoso é ter gratidão. O resto é inversão de valores.

Leandro Branquinho – Palestrante de Vendas
Postagem feita no Instagram: https://www.instagram.com/p/BXELkgBFv29/?taken-by=radiovendas

Postagem feita no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=zqCmdTKL_ak

Frase motivacional

chique é ser feliz

 

© Leandro Branquinho 2017, All Rights Reserved