Tag: liderança

27set

CINEBusiness – X-Men First Class – Leandro Branquinho

No post de hoje, as lições de X-Men First Class e a forma de liderança dentro das organizações.
O que transformou Charles Xavier em um líder coach, que entendia seus liderados, dava liberdade a eles e entendia suas decisões e, o que transformou Erik Magnus Lehnsherr (o Magneto) no líder avesso aos humanos e que queria dominar a humanidade pela raça superior dos mutantes, em um estilo de liderança totalmente diferente do Professor X, mas que teve sua origem na forma traumática em que ele viveu sua infância, durante o nazismo.

“Para o homem neandertal, seu primo mutante, o homo sapiens era uma aberração”.

Veja também a análise de outros filmes e outros palestrantes e consultores em CINEBusiness

20maio

Para que serve um gerente?

Se você perguntar: “Qual a função principal de um gerente?” para qualquer pessoa que tenha um gerente de vendas mediano, provavelmente terá como resposta alguma destas alternativas:

(   ) -Pra dar desconto.
(   ) -Pra resolver problema.
(   ) -Pra somar comissão.
(   ) -Pra pagar o salário.
(   ) -Pra mandar funcionário embora.
(   ) -Pra contratar funcionário.
(   ) -Pra abrir a loja.
(   ) -Pra fechar a loja.
(   ) -Para conferir o caixa.
(   ) -Pra fechar o caixa.
(   ) -Para pagar cerveja pra galera.

A verdade é que nenhuma das alternativas está correta!
As 3 principais funções de um gerente são:

1-Orientar a equipe.
2-Manter a motivação de todos.
3-Cobrar o trabalho de cada funcionário.

Qualquer outra função é acessória e pode ser delegada à outras pessoas.

As pessoas que gerenciam processos, estão com seus dias contados. Deixarão de existir, isto porque a cada dia, as tecnologias avançam no sentido de organizar e otimizar processos. Já as pessoas, quando em grupo, cada vez mais, precisam de orientação. Precisam de alguém que não deixe que elas se desanimem e de alguém que realmente saiba cobrar e obter resultados.

É papel do gerente orientar. O bom gerente não tem problemas em ensinar, aliás, ele sabe que, somente dividindo o conhecimento a empresa irá crescer. Ele sabe que todos precisam conhecer as normas e os procedimentos de trabalho, por isso ele é um orientador.

Motivação é uma coisa pessoal. Ninguém, nem nada neste mundo pode motivar outras pessoas. Motivação é escolha. As pessoas escolhem por quais motivos querem trabalhar. Porém, algumas situações podem diminuir a motivação de um funcionário, como por exemplo: salário abaixo da média, fofocas, intrigas, falta de reconhecimento, falta de um elogio… É papel do gerente identificar o que cada membro da equipe precisa para continuar motivado.

Gerente precisa cobrar. Um pouco de pressão faz muita gente ser mais produtiva. Eu disse “um pouco” porque pressão demais atrapalha a motivação de cada um. O gerente que é muito “bonzinho”, age desta forma por dois motivos. Ou é incompetente e quer ter a aprovação da equipe para se manter no cargo, ou é refém dos funcionários que são muito bons e não o respeitam.

O gerente não precisa ser malvado, mas só será produtivo se souber orientar corretamente, se conseguir manter a motivação de todos e souber obter os resultados que empresa espera, cobrando os funcionários da maneira correta.

Leandro Branquinho – Vendedor, Publicitário, Radialista e Instrutor de Atendimento e Vendas www.radiovendas.com

Ouça também o podcast sobre este assunto AQUI

© Leandro Branquinho 2017, All Rights Reserved