Tag: abordagem

6mar

Vendedor que toma iniciativa

Caminhando pela calçada, vi uma loja bonita e olhei para vitrine. Rapidamente, o vendedor veio até a porta e fez uma abordagem bem simpática. Ele me convidou para conhecer a loja de calçados em que ele trabalha.
Dentro da loja, os vendedores estavam todos sorridentes e me falaram que as vendas estavam boas. Eu tinha achado a vitrine bonita, mas não entrei porque queria comprar alguma coisa. Porém, dentro da loja, lembrei que precisava de umas meias novas e o vendedor prontamente me atendeu.
Se ele não tivesse me abordado na porta, não teria vendido as meias.
Se ele não tivesse me abordado na porta, eu teria ficado com as meias velhas por mais tempo.
O nome deste vendedor é Hezaquiel. A loja em que ele trabalha fica na cidade de São Luís de Montes Belos no estado de Goiás. Gente que tem iniciativa é o que o faz a diferença nas vendas. Se as vendas na sua empresa estão baixas, elas não vão aumentar sozinhas. Se você quer vender mais do que está vendendo, alguma coisa precisa ser feita. Que tal se inspirar no Hezaquiel. Tome mais iniciativa.

17ago
cliente em frente a loja

Cliente diz: “Estou só namorando a vitrine” – Saiba o que fazer

Clique no play para ouvir o episódio

Pergunta de uma ouvinte feita no Radiovendas.com.br

“Branquinho, estou com uma dúvida. Naquele momento em que o cliente fica alí parado olhando e namorando o produto… falo alguma coisa ou não falo? E se sim, o que falar? Digo isso, porque às vezes alguns clientes gostam, outros não e tem também aqueles que ignoram a presença”

Minha amiga vendedora, meu amigo vendedor. Se o cliente entrou na loja ou parou na em frente a vitrine, significa que ele tem algum tipo de interesse. Se você não gosta de pesca e odeia peixes, provavelmente jamais entrará em uma loja só para dar uma olhadinha. Se o cliente está parado olhando um produto já é um bom sinal. Nesta hora é papel do vendedor da vendedora se apresentar dizendo um “oi”, ou então um “bom dia”… Um cumprimento natural e espontâneo. Como você disse alguns clientes vão te ignorar e outros não vão gostar. Mas pode ter certeza, se você fizer um cumprimento simpático e natural, a turma que não vai gostar será a minoria.

Há alguns anos, eu era proprietário de uma rede de lojas no Sul de Minas Gerais. Era sexta-feira à noite e eu tinha acabado de contar o estoque da loja na cidade de Lavras. Cansado e com vontade de ir embora pra casa, encontrei uma loja de automóveis que iria inaugurar no sábado. Era uma marca que tinha acabado de chegar no Brasil. Estacionei meu carro só para conhecer a vitrine. Enquanto eu estava do lado de fora, uma vendedora toda elegante saiu de dentro da loja, me encontrou e disse:

-Vamos entrar pra você conhecer nossa loja?

Eu respondi:
-Não, não obrigado. Estou só namorando a vitrine.

Ela abaixou o tom de voz e me disse:
-Então aproveita que tem pouca gente na loja e eu apresento vocês. Quem sabe este namoro não vira um casamento?

Uma abordagem completamente inusitada e difícil de ser ignorada.

Veja também o episódio anterior (bateu recorde de visualização em 24 horas)

Áudio originalmente veiculado no dia 17-08-16 nas seguintes emissoras:

-Rádio Educativa – Três Corações – MG
-ACETC – Portal da Associação Comercial e Empresarial Três Corações – MG
-ACAITP – Portal da Associação Comercial de Três Pontas – MG
-Rádio Cidade – Campos Gerais – MG
-Rádio 98 FM – Ribas do Rio Pardo – MS
-Rádio 95 FM – Currais Novos – RN
-Rádio 730 – Momento Sindilojas – Goiás – GO
-Boletim do Vendedor –Armenius
-Falando de Varejo
Produção: Leandro Branquinho, especialista em vendas e palestrante
http://radiovendas.com.br
http://leandrobranquinho.com.br

cliente em frente a loja

Só namorando a vitrine?

© Leandro Branquinho 2017, All Rights Reserved