18jan

Como vender maquiagem

Fui conhecer um shopping center na cidade de Brasilia. Fiquei sabendo que uma famosa perfumaria francesa tinha acabado de abrir uma loja naquele shopping. Como eu nunca tinha entrado naquela perfumaria, aproveitei a situação. Mas antes telefonei para minha esposa e perguntei se ela precisava de alguma coisa. Ela me disse que queria uma sombra marrom para sobrancelhas. Como não estou acostumado a comprar maquiagem, pedi ajuda ao vendedor. A primeira coisa que ele disse foi o seguinte:

-Posso ver uma foto de sua esposa? Assim, vou te indicar a sombra que mais vai combinar com a sobrancelha dela.
Depois disso, ele me mostrou duas marcas, me contou quais eram as diferenças entre elas e assim, me convenceu a levar um dos modelos. Quando cheguei em casa, minha esposa ficou super feliz com o presente. Tudo porque o vendedor entendeu que ele não precisava simplesmente vender um produto de maquiagem. O que ele precisava era descobrir exatamente como poderia ajudar o cliente final, neste caso, minha esposa.

Ricardo - vendedor Sephora Brasília

Ricardo – vendedor Sephora Brasília

Apresentação do podcast de vendas: Leandro Branquinho Palestrante

17jan

Por que os clientes te telefonam ao invés de irem até a loja?

Você já parou para pensar o porquê um cliente te telefona para pedir um orçamento por email ao invés de ir até sua empresa?
São 3 possibilidades
1. Quer comparar com outra proposta que ele já decidiu comprar (decidiu comprar com outra pessoa mas precisa da cotação)
2. Não quer falar com você. Quer tomar a decisão sozinho e sem que você o pressione (Ainda não se decidiu se compra contigo e quer analisar melhor sozinho, pois ainda não confia totalmente em você)
3. Ele realmente tem interesse em comprar (está decidido a comprar contigo e quer apenas economizar tempo)
Ao ter a consciência de que o motivo pode ser um destes 3, o vendedor pode fazer questionamentos sobre o problema do cliente para facilitar ainda mais o processo de compra. Antes de fazer uma ligação telefônica, antes de visitar um cliente, antes mesmo de atender um telefone, pense em como você poderá iniciar uma conversa com a seguinte mentalidade: como eu posso ajudar meu cliente?
Evite deixar de ser quem você é quando está vendendo.
Você não está no palco, não precisa mudar a voz. Vender pelo telefone, deve ser algo natural, feito por seres humanos que estão ali pra ajudar seus clientes e não por robôs automatizados

Leandro Branquinho – Palestrante

No começo de 2016 comecei uma jornada de 364 vídeos de vendas. Dê uma olhada nos 4 primeiros logo abaixo

televendas

16jan

Como inovar em uma boutique


Para ouvir esta história de inovação, clique no player acima.

Na cidade de Catalão no estado de Goias, conheci um boutique inovadora.
Servir água, cafezinho, ter um local apropriado para os maridos esperarem, um provador confortável… Coisas básicas que já fazem parte da expectativa de clientes de uma boutique, certo?
Mas como inovar em um boutique?
Primeiro é necessário entender o porquê as clientes compram.
Uma loja que se chama Corpo Mágico entendeu o que as suas clientes realmente querem. Uma seção da loja é de roupas de festas. Porque uma cliente compra uma roupa de festa? Para ir a uma festa, óbvio. Sabe como é que a loja inovou? Além da água, do cafezinho, das poltronas para os maridos esperarem eles agregaram um novo serviço a loja de roupas. Ao comprarem uma vestido de festa, as clientes tem direito a um penteado e uma maquiagem. Sim, a boutique oferece um serviço de salão de beleza dentro da loja. Conseguiram elevar o nível de clientes que querem ter seus problemas resolvidos tudo em um único lugar. E você que está ouvindo o Rádio Vendas, como é que você pode inovar para resolver os problemas de seus clientes?

Leandro Branquinho – Especialista em Vendas

Loja de roupas com maquiagem e cabelo para clientes

5jan

Ficou a sua cara! – Mentira


Jamais diga esta frase se ela não for absolutamente verdadeira.
Clique no player acima para ouvir.

Já aconteceu com você?
Você chegou em uma loja, experimentou uma roupa e o vendedor ou a vendedora respondeu de maneira automática:
-Ficou a sua cara!
No fundo, no fundo, você percebeu que o vendedor falou mentira. E se, por algum motivo, você tenha feito a compra mesmo assim, quando chega em casa, bate o arrependimento. A conclusão é que você nunca mais volta naquela loja.
O vendedor inteligente não diz que um produto ficou ótimo ou que é perfeito para o cliente só para receber a comissão.
O vendedor inteligente, quando percebe que um produto não ficou bom ou não vai atender a necessidade do cliente, diz algo mais ou menos assim:
-Vamos experimentar um outro?
ou então
-Tenho a impressão de que um outro modelo ou uma outra cor vai ficar melhor.
Vendedores inteligentes não dizem que um produto ficou perfeito só para ganharem a comissão. Vendedores inteligentes ajudam os clientes a tomarem as melhores decisões.

Leandro Branquinho – Especialista em Vendas

mentira

4jan

O que motiva vendedores


Quer motivar seus vendedores?
Clique no player acima para ouvir

Uma das perguntas que gerentes e donos de empresa mais me fazem é:
Como motivar meus vendedores?
A Resposta rápida para esta pergunta é:
Ajude seus vendedores a venderem mais. Eu não conheço nenhum campeão de vendas desmotivado. Mas como não dá pra ter uma equipe de campeões da noite para o dia e como dar motivação é impossível, Afinal de contas, motivação é realmente algo pessoal, o líder pode contribuir para manter um clima de motivação na empresa. E isto não tem nada a ver com estourar balão, fazer os vendedores se abraçarem e tocar música.  De acordo com Daniel Pink no livro Motivação 3.0, o que motiva vendedores é união de 3 elementos
1-Maestria ou Excelência
2-Autonomia
3-Propósito
Se o líder consegue convencer a equipe qual é o propósito da empresa e fazer com que eles comprem a ideia, é o primeiro passo.
O segundo passo é que ninguém gosta de ficar pedindo autorização para tudo. Vendedores precisam ter uma certa autonomia para resolver o que precisa ser resolvido e por fim, mas não menos importante é a maestria. Quando as pessoas fazem bem feito seus trabalhos, elas se sentem mais motivadas. Então é papel do líder também cuidar da educação e do treinamento para que os profissionais sejam mestres em vendas. E como eu disse, eu nunca vi um campeão de vendas desmotivado

Leandro Branquinho – Palestrante de Vendas

eu-nunca-vi-um-campeao-de-vendas-desmotivado-quer-vender-mais-ajude-seus-vendedores-a-venderem-mais-frase-leandro-branquinho

 

 

2jan

Sobre métricas de vendas

Antes de tomar decisões, é importante que você meça sua atividades

Dizem que existiu um lenhador muito dedicado. Ele acordava muito cedo para ir até a floresta e chegava muito tarde em casa.
Este lenhador também era conhecido por ter uma raposa de estimação. Os vizinhos e familiares sempre condenaram aquele bicho.
Diziam que uma raposa é um bicho traiçoeiro.
O lenhador dizia que a tinha pegado para criar ainda filhote. E a raposa era obediente como um cachorro labrador.
Mesmo assim, todos diziam que a raposa ainda traria desgraça para família.
Certa vez, o lenhador chegou em casa após um longo dia de trabalho e viu a raposa o esperando na porta de casa toda sorridente e com a bocha cheia de sangue. Ele achou que a raposa tinha comido seu filhinho que tinha nascido há poucos meses. Não pensou duas vezes. Deu uma machadada na cabeça da raposa e a matou. Quando entrou na casa, percebeu que seu filho estava no berço são e salvo enquanto uma cobra estava toda despedaçada no chão.
A raposa tinha salvado a criança. Depois disso, o lenhador enterrou a raposa e o machado. E nunca mais quis trabalhar. O lenhador não tomou a melhor decisão porque não tinha uma visão mais abrangente da situação.
Se você trabalha com vendas, precisa ter métricas. Medir as suas atividades. Como por exemplo, quantos clientes, entram na loja, quantas ligações telefônicas você tem feito por dia, quantas vezes por dia está oferecendo produtos adicionais. Somente tendo métricas, será possível tomar as melhores decisões.

metricas-de-vendas-com-leandro-branquinho-palestrante

Produção: Leandro Branquinho – Especialista em Vendas

31dez

Atendimento é feito de detalhes


Clique no player acima para ouvir esta história de bom atendimento

Outro dia fui em um Mercado Municipal. O ambiente estava todo reformado, com piso limpo e os stands e boxes estavam novos e bonitos. Parei em box que vende comida árabe, carne e cerveja. Não demorou muito para que uma cliente pedisse a chave do banheiro para o rapaz atrás do balcão. Foi então que ela recebeu a chave e uma bonita bolsinha. Tipo uma necessaire. Quando ela voltou, entregou a chave e o papel higiênico. Sim, a bolsinha, na verdade era um disfarce para o rolo de papel higiênico. Ao invés de atravessar o mercadão com uma chave e um rolo de papel à mostra, as clientes daquele box, levam uma bonita bolsinha. Este é o tipo de cuidado que faz toda a diferença no atendimento aos clientes. E você, o que tem feito para cuidar de seus clientes?

Constrangimento. Imagine uma mulher chegar no Mercado Municipal, onde tudo foi reformado. Tá tudo muito bonitinho, o ambiente é agradável, está movimentado… De repente, ela precisa ir ao banheiro. Para isso, tem que pegar a chave em um box. No box do André Furtado, vi uma moça pedir a chave do banheiro. Junto da chave ela recebeu uma necessaire (a da foto). Eu estava no balcão quando ela voltou para entregar a chave e o papel higiênico. Sim, a necessaire é para disfarçar o papel higiênico (evitando que a pessoa não tenha que passar pelo constrangimento de atravessar o mercadão com um rolo de papel na mão) Atendimento e feito de detalhes. E no Mercado Municipal de minha cidade o André é um dos que cuida destes detalhes. Palmas! #euamovender #atendimento #mercadomunicipal #mercadão #trescoracoes #botapraquebrar #comoatender #minasgerais #leandrobranquinho #palestrante #palestrantedevendas http://leandrobranquinho.com.br #banheiropúblico #tc #detalhes

Uma foto publicada por Leandro Branquinho Palestrante (@leandrobranquinho) em

Leandro Branquinho – Palestrante de Vendas
mercado-municipal-de-tres-coracoes-mg

30dez

Simpatia, gentileza e o bom atendimento

<

Escute esta história sobre um atendimento em uma área azul
Clique no player para ouvir.

Quando eu estava indo almoçar, percebi que um dos carros próximos ao restaurante, tinha um bilhetinho afixado na janela. Curioso que sou, fui ver o que tinha escrito no bilhete. Estava escrito assim: “Bom dia, por favor me procure para colocarmos o talão do estacionamento rotativo. Muito obrigada e um feliz natal”. Junto do bilhete, tinha a data e algumas estrelinhas desenhadas.
O carro estava estacionado na rua mas em um local onde o estacionamento rotativo é cobrado. Ao invés de pregar um adesivo no vidro dizendo que o carro estava irregular, a funcionária da área azul deixou um simpático bilhete.
Não sei se o dono do carro pagou o bilhete quando voltou. Mas sei que a atitude da moça do estacionamento rotativo me faz acreditar que simpatia e gentileza podem ser aplicados em qualquer profissão.

Foi bem no horário de almoço. A duas quadras do restaurante, vi um bilhetinho no vidro de um carro. Voltei para ler e, para minha surpresa, a moça da área azul deixou um bilhetinho super simpático. Área azul, estacionamento pago, flanelinha… Não fazem parte do tipo de serviço que as pessoas gostam de pagar. Sem contar que a cobrança normalmente é feita de maneira automática, praticamente robótica. Mas ao invés de pregar um adesivo para o agente de trânsito multar, a pessoa que escreveu o recadinho, alegrou o dia de uma pessoa. Não sei se o dono do carro vai gostar do bilhete ou se vai procurar a moça para fazer o pagamento. Mas o bilhetinho (que não era pra mim) me dá esperança em acreditar que o mundo ainda tem muita gente cortês, amável e simpática Leandro Branquinho Palestrante de Vendas #euamovender #botapraquebrar #leandrobranquinho #atendimento #comoatender #emprego #trabalho #areaazul #trescoracoes #mg http://leandrobranquinho.com.br #empreender #empreendedorismo #criatividade #simpatia

Uma foto publicada por Leandro Branquinho Palestrante (@leandrobranquinho) em

Apresentação do programete: Leandro Branquinho Palestrante de Vendas
Dia em que foi ao ar 28-12-16
bilhete-simpatico-da-area-azul-em-tres-coracoes-mg

29dez

O que importa é como você fala com seu cliente


Já atendeu um cliente nervoso?
Já aconteceu de não ter uma determinada mercadoria no estoque?
clique no player acima para ouvir a história

Dizem que um rei teve um sonho que o deixou perturbado. No sonho ele tinha perdido todos os dentes. Foi então que ele chamou um guru para interpretar o sonho.
-Meu rei, sinto muitíssimo! – falou o guru – Cada dente representa um parente. O sonho significa que perderá todos os seus parentes.
O rei ficou enfurecido e condenou o guru a 100 chibatadas nas costas. Foi então que mandou chamar um outro guru pra qual contou mais uma vez o sonho que teve. O novo guru disse:
-Vossa excelência provavelmente terá vida longa. O sonho significa que vai viver mais tempo que todos os seus parentes.
O rei ficou encantado com a interpretação e mandou lhe pagar 100 moedas de ouro. Quando saiu do palácio, o guru foi abordado por um dos guardas do rei.
-Não acredito! Sua interpretação foi a mesma feita pelo outro guru. Não consigo entender como é que para ele, o rei deu 100 chibatadas e para você 100 moedas de outro.
O guru na sua sabedoria disse:
-O que importa não é o que você diz, mas como você diz.
Como você pode adaptar esta história para sua empresa?
Ao invés de falar que um produto não tem mais no estoque, mostre as opções que você tem.
Ao invés de falar para um cliente nervoso se acalmar, ao invés de falar que ele está nervoso, diga com firmeza que juntos vocês vão resolver o problema.
Não é o que você fala. Mas como você fala.
Apresentação do programete: Leandro Branquinho Palestrante de Vendas
Dia em que foi ao ar 27-12-16
Veiculado em:
-Rádio Educativa 105,9FM – Três Corações – MG
-ACETC – Portal da Associação Comercial e Empresarial Três Corações – MG
-ACAITP – Portal da Associação Comercial de Três Pontas – MG
-ACELEM – Portal da Associação Comercial de Luis Eduardo Magalhães – BA
-Rádio Cidade – Campos Gerais – MG
-Rádio 98 FM – Ribas do Rio Pardo – MS
-Rádio 95 FM – Currais Novos – RN
-Rádio 730 – Momento Sindilojas – Goiás – GO
-Falando de Varejo

http://radiovendas.com.br
http://leandrobranquinho.com.br

Dizem que um rei teve um sonho que o deixou perturbado. No sonho ele tinha perdido todos os dentes. Foi então que ele chamou um guru para interpretar o sonho. -Meu rei, sinto muitíssimo! – falou o guru – Cada dente representa um parente. O sonho significa que perderá todos os seus parentes. O rei ficou enfurecido e condenou o guru a 100 chibatadas nas costas. Foi então que mandou chamar um outro guru pra qual contou mais uma vez o sonho que teve. O novo guru disse: -Vossa excelência provavelmente terá vida longa. O sonho significa que vai viver mais tempo que todos os seus parentes. O rei ficou encantado com a interpretação e mandou lhe pagar 100 moedas de ouro. Quando saiu do palácio, o guru foi abordado por um dos guardas do rei. -Não acredito! Sua interpretação foi a mesma feita pelo outro guru. Não consigo entender como é que para ele, o rei deu 100 chibatadas e para você 100 moedas de outro. O guru na sua sabedoria disse: -O que importa não é o que você diz, mas como você diz. ——- Como você pode adaptar esta história para sua empresa? Ao invés de falar que um produto não tem mais no estoque, mostre as opções que você tem. Ao invés de falar para um cliente nervoso se acalmar, ao invés de falar que ele está nervoso, diga com firmeza que juntos vocês vão resolver o problema. Não é o que você fala. Mas COMO você fala. #boravender #botapraquebrar Leandro Branquinho – Palestrante de Vendas #euamovender (Este texto foi veiculado em diversas emissoras do Brasil no programa Rádio Vendas – Ouça mais episódios no Soundcloud e no blog)

Uma foto publicada por Leandro Branquinho (@radiovendas) em

nao-e-o-que-vc-fala-mas-como-vc-fala

26dez

A importância de cuidar dos detalhes


Clique no player para ouvir

Você sabe porque os presentes são entregues em um embrulho com um papel bonito, laço e fita? Porque as pessoas adoram boas surpresas. Um presente para uma pessoa querida não tem o mesmo efeito se não vier em um bonito embrulho. Sabe o porquê? Porque as pessoas não sabem o que tem dentro do embrulho. Um pouco da mágica está em ser surpreendido com o interior do papel presente.
Eu fiz um compra em uma loja que se chama Cevada Premium. Comprei uma camiseta. Pra minha surpresa, veio em uma bonita caixa com laço e fita. A camiseta que comprei tinha dizeres relacionados a cerveja. Sabe como era a tag da camiseta? Uma bolacha porta-copos. Fui surpreendido pela caixa, pela fita e pelo porta copos.  Eu não sabia que estes itens estavam inclusos quando fiz o pedido. Por isto, minha experiência de compra foi ainda mais surpreendente. São os pequenos detalhes inesperados que fazem uma experiência de compra ser memorável. E você, o que tem feito para surpreender seus clientes?

Apresentação do programete: Leandro Branquinho Palestrante de Vendas
Dia em que foi ao ar 26-12-16
Veiculado em:

-Rádio Educativa 105,9FM
-ACETC –
-ACAITP –
-ACELEM –
-Rádio Cidade –
-Rádio 98 FM –
-Rádio 95 FM –
-Rádio 730 –
-Falando de Varejo

http://radiovendas.com.br
http://leandrobranquinho.com.br

presente-cevada-premium

20dez

Dica prática para começar o ano com o pé direito


clique no player acima para ouvir a dica de planejamento para as vendas do próximo ano:

Não comemore o réveillon, se o teu ano só começa depois do carnaval.
Não faça festa no dia 31 de dezembro se a sua expectativa é que os negócios só comecem a funcionar depois do carnaval
Se o seu ano começa só no dia 2 de março, pra que comemorar na virada para o dia primeiro de janeiro?
Conheço empresário que já estão fazendo o planejamento de vendas antes mesmo deste ano acabar.
Uma boa dica para começar o ano é com uma pesquisa de satisfação. Comece desde já a formular um questionário para entrevistar clientes, clientes inativos e possíveis clientes para sua empresa. Se ano começar depois do carnaval, o que eu acho pouco provável, sua empresa já terá pelo menos uma grande ferramenta para o restante do ano. A opinião de seus clientes

Leandro Branquinho – Palestrante de Vendas

Pesquisa de vendas

Pesquisa de vendas

19dez
2017

Tendências de vendas para o próximo ano


Veja as tendências de vendas  – clique no player acima para ouvir

O que esperar do próximo ano?
É muito bacana o ritual de usar uma roupa branca, pular 3 ondinhas e fazer uma lista de resoluções de ano novo.
Mas nada vai acontecer no ano que vem, se você não se planejar e começar a tirar as ideias do papel.
O que funcionou neste ano não necessariamente vai funcionar no ano que vem
Mas algumas previsões são praticamente certas.
1-Se você não aparecer nos primeiros resultados do Google, seu concorrente ganhará mais espaço. – Quem não é visto não é lembrado.
2-Se você não utilizar vídeos para falar de seus negócios, seus clientes vão procurar vídeos de seus concorrentes. – O consumo de vídeos tem crescido a cada ano.
3-Se você não estiver presente de alguma forma na vida pessoal de seus clientes, será mais fácil para eles se tornarem infiéis. – Quem não dá assistência abre espaço para concorrência

Leandro Branquinho
Palestrante de Vendas

Também publicado no Falando de Varejo

2017

Tendências para o próximo ano

© Leandro Branquinho 2017, All Rights Reserved