16abr

Desequilíbrio emocional não combina com telefone

-Bom dia, o fulano está?
(Perguntei, achando que tinha ligado no lugar certo.)
-Não tem ninguém aqui com este nome.
(O rapaz respondeu com uma certa rigidez.)
-Mas não é da loja tal?
(Eu persisti.)
-É sim. Mas o fulano não é mais sócio do dono aqui da empresa.
(O rapaz parecia estar incomodado com minha persistência.)
-Por acaso, você tem o telefone dele?
(Era a minha última tentativa.)
-Não tenho, não. Mas se o senhor quiser comprar, compra com a gente. Não compra dele, não. Ele abriu uma outra loja, mas nós temos o melhor preço e o melhor atendimento.
(Falou isto com o mesmo tom ríspido)
Agradeci e desliguei.
Eu não queria comprar nada.
Precisava apenas esclarecer uma dúvida com a tal pessoa.
Apesar de eu não ter conseguido o número do telefone, consegui descobrir onde eu não devo ir quando precisar comprar.
Falar que tem o melhor atendimento é fácil. Mas um bom atendimento se faz a todo momento. Dia após dia.
Não sei o que aconteceu.
Não sei se os sócios brigaram.
Não sei se um deu o golpe no outro.
Mas sei que colocar pessoas sem equilíbrio emocional para atender o telefone é um péssimo negócio.

Leandro Branquinho

Áudio originalmente veiculado no dia 16-04-15 nas seguintes emissoras:
-Rádio Educativa – Três Corações – MG
-ACETC – Portal da Associação Comercial e Empresarial
-Rádio Cidade – Campos Gerais – MG
-Varejo 1 – Belo Horizonte – MG
-Rádio Unifei – Itajubá – MG (emissora migrando de AM para FM)
-Rádio 98 FM – Ribas do Rio Pardo – MS

Share this Story

About Leandro Branquinho

Top Palestrante de Vendas Autor do Rádio Vendas Colunista da Revista VendaMais Colaborador de Grandes Portais como Falando de Varejo e A Magia do Mundo dos Negócios Em 2016, viajou o país do Oiapoque ao Chuí em busca do Melhor Vendedor do Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

© Leandro Branquinho 2017, All Rights Reserved