11maio

10 pecados que os vendedores de loja mais cometem

Cliente não é Deus. Deus perdoa, já o cliente…
Confira uma lista com os pecados mais cometidos por vendedores de loja.

Pecado n° 1 – Não se preprar
Dificilmente você encontra uma criança que sonha em ser vendedor. Boa parte das pessoas que estão nesta profissão, aceitaram por não ter outra coisa melhor. A ilusão de que um dia alguma coisa melhor cairá do céu, faz com que vendedores do varejo não queiram se aperfeiçoar. Vender é algo fascinante e sim, é possível crescer muito e ganhar dinheiro como vendedor de loja. Mas é preciso querer aprender e praticar atitudes e técnicas de vendas.

n°2-Fazer parte de rodinhas de vendedores
A cena é super comum! Você entra em uma loja e encontra uma fila de vendedores esperando o próximo cliente. Ou ainda, quando tem pouco movimento, os vendedores se agrupam em uma rodinha para conversar (fofocar). Diante de uma parede de vendedores ou uma panelinha, o cliente se sente pouco à vontade dificilmente comprará alguma coisa.

n°3-Abordagem desanimada ou decorada
Varejo é alegria e os vendedores precisam ter simpatia e um sorriso espontâneo. Os clientes não querem ser simplesmente atendidos, querem que o vendedor lhes proporcione uma experiência agradável. Na era em que quase tudo também pode ser comprado pela internet, só sobreviverão os vendedores que entenderem que os clientes não compram somente o produto ou o serviço. Compram uma experiência positiva, um sorriso no rosto e o entusiasmo do vendedor.

n°4-Não dar espaço para o cliente
Sabe por que tantos clientes falam: “Não obrigado! Estou só dando uma olhadinha.”? Porque muitos vendedores chatos ficaram em cima deles, sem dar espaço para que pudessem ao menos respirar. Ficar igual uma sombra atrás dos compradores faz com que eles desistam rápido demais. Esteja pronto para atendê-los, mas dê espaço para que possam caminhar pela loja.

n°5-Abandonar o cliente
Quando o cliente diz que está só olhando a maioria dos vendedores diz: “Fique à vontade” e o abandona para tentar vender para um novo cliente. Ao passo que deveria persistir mais um pouquinho. Ninguém entra em uma loja só pra olhar. As pessoas tem necessidades, desejos ou vontade de comprar alguma coisa. Quando o vendedor persiste um pouco mais consegue descobrir o que exatamente traz aquele cliente a sua loja.

n°6-Não fazer perguntas para identificar as necessidades dos clientes
A melhor técnica de venda que existe continua sendo a mais simples de todas. Fazer perguntas inteligentes. Falar rápido demais, usar entonação de locutor de rádio, manipular com pseudo-técnicas de hipnose e contar piadas para quebrar o gelo são coisas ultrapassadas. Somente os perdedores continuam utilizando. Aprenda fazer perguntas sobre o cliente, sobre como vai utilizar o produto, sobre suas preferências e será muito mais fácil vender. Ouça seus clientes.

n°7-Não dar alternativas
Quando um cliente pede um produto que não está disponível na loja, é obrigação do vendedor oferecer uma alternativa ou, no mínimo, oferecer ajuda e indicar uma outra empresa em que ele possa encontrar. Dependendo do cliente vale a pena vendedor oferecer para buscar na concorrência, ao invés de deixar o concorrente ter a oportunidade de atendê-lo.

n°8-Não tentar fechar a venda
Muitos clientes deixam de comprar porque faltou um incentivo do vendedor. Muitas vezes, a única coisa que falta é uma pergunta simples como: “O Sr. Prefere à vista ou no cartão?”. O vendedor que não tenta fechar a venda, perde muitos negócios porque acredita que o cliente um dia vai voltar e comprar, este tipo de vendedor também acredita no Papai Noel, Coelhinho da Páscoa, na Loira do Algodão…

n°9-Não fazer pós-venda
Perguntar para o cliente se ele ficou satisfeito, perguntar se serviu, ou simplesmente cumprimentá-lo na rua, pode fazer com que ele queira comprar de novo contigo. Já vendedores que te atende super bem, mas quando te vê na rua, empina o nariz e finge que não viu.

n°10-Não dar atenção
Recentemente fiz uma pesquisa com 500 clientes de Três Corações e a grande maioria disse que são fiéis à vendedores que lhes dão mais atenção. Uma coisa básica e ao mesmo tempo tão simples, é negligenciada por muitos e muitos vendedores.

Se você tem o hábito de cometer alguns destes pecados, não adianta fazer orações e pedir perdão. A única coisa que resolve é mudar suas atitudes. Amém!

Leandro Branquinho – Vendedor, Publicitário, Radialista e Instrutor de Atendimento e Vendas – www.radiovendas.com

Share this Story

About Leandro Branquinho

Top Palestrante de Vendas Autor do Rádio Vendas Colunista da Revista VendaMais Colaborador de Grandes Portais como Falando de Varejo e A Magia do Mundo dos Negócios Em 2016, viajou o país do Oiapoque ao Chuí em busca do Melhor Vendedor do Brasil

263 comments

  1. Olá, Leandro Branquinho.
    Gostei do seu artigo, 10 pecados que os vendedores de loja mais cometem. Foi bom para “abrir” meus olhos para uma realidade que muitas vezes acontecem mesmo.
    Confesso que acabo cometendo um ou outro desses “pecados”, porém prestarei mais atenção daqui pra frente.
    o pecado nº 2, por exemplo não cometo, e isso me deu a oportunidade de me tornar vendedor lider aonde trabalho.
    Tenho mais que agradecer seu compartilhar de suas técnicas com todos. Parabéns pelo artigo.
    Elias di Nunes

    • Elias, obrigado.
      Bota pra que quebrar!

      • Boa tarde.sou vendedora no ramo mobiliário, mas sinto que a loja nao chama a atenção dos clientes, apesar de ser uma loja bem preenchida, os clientes entram e saem dizendo simplesmente “estou so a ver” “obrigado” e muitos nem entram sequer. será que falta alguma coisa ? a pensei em tudo e ja fiz de tudo mas de nada adiantou.obrigado

        • Leandro Branquinho

          Olá, Ferreira.
          Se os clientes entram na loja é sinal de que o marketing está bom e o pdv chamando atenção positivamente.
          Você disse que alguns nem entram. É normal. É impossível que todos se interessem pelo que você vende.

          Minha dica pra você é:
          Quando um cliente disser que “está só a ver”, responda algo mais ou menos assim:

          “Perfeito, teve algum móvel que te chamou a atenção?”

          Se o cliente disser que sim, persista um pouco mais.
          Se o cliente disser que não, pergunte o que exatamente ele estava procurando.
          Se o cliente insistir em falar que volta depois, persista só mais um pouquinho pedindo o e-mail e o celular para que você possa avisá-lo de alguma novidade na loja.
          Feito isto, programe em sua agenda para entrar em contato algumas vezes com cada um dos clientes que inicialmente te disse que só estava a olhar.

          Grande abraço e Grandes vendas.

    • ola meu nome kele sou vendedora mas não estou gostando da atitude da loja na qual eu trabalho eles o brigão eu a vender seguro.e como se fosse uma chantagem se a gente não vender eles dizem que vão mandar gente embora quando fui com tradada não falarão que eu era obrigada a ser vendedora de seguro e agora o que faço nesse caso.

      • Leandro Branquinho

        Pergunta de uma ouvinte feita no radiovendas.com.br
        “Sou vendedora mas não estou gostando da atitude da loja na qual eu trabalho.
        Eles me obrigam a vender seguro. É quase uma chantagem. Se não vender, eles dizem que vão demitir. Quando fui contratada, não disseram que eu era obrigada a ser vendedora de seguro e agora o que faço?”
        Eu te sugiro 3 caminhos.
        1- Seja a melhor vendedora da loja. Não venda os seguros. Mas coloque todo o seu esforço em vender os produtos da loja. Estude cada produto. Estude técnicas de vendas e faça de todo para entender os seus clientes. Se fizer este dever de casa, você começará a vender tanto que a loja jamais pensará em te demitir, mesmo que você não venda nenhum seguro.
        2- Se adapte e comece a vender os seguros. Faça com que isto seja parte de sua rotina. Se fizer com entusiasmo, uma hora começará a vender. Mas acostume-se com os “nãos”. A maioria vai dizer que não quer e isto não pode te deixar frustrada. Isto faz parte do trabalho.
        e o caminho n°
        3- Procure um outro emprego. Se você não consegue se sentir à vontade em vender o que traz lucratividade para sua empresa, procure outras lojas para você trabalhar. E quando encontrar, não demore para pedir demissão da empresa atual.

        Nenhum vendedor consegue ser um bom vendedor se não confia e não acredita naquilo que vende.

  2. Por favor eu não tenho esperiência em áreas de vendas, e gostaria de saber como devo falar ao abordar o cliente na hora que ele entra na loja!!!
    Obrigada!!!!

    • Mariana, não tem segredos.
      Receba-os da maneira mais natural e simpática.
      Diga coisas como:
      -Olá.
      -Oi, tudo bem?
      -Seja bem-vindo(a)
      -Bom dia, boa tarde ou boa noite.

      Jamais aborde o cliente com frases decoradas como:
      -Prontinho.
      -Pois não.
      -Posso te ajudar?

      Naturalidade é o que vai te separar dos vendedores medíocres.

  3. Boa Tarde!
    Montei uma loja no bairro, perto da minha casa.
    Nos tres primeiro meses eu consegui repor mercadoria e pagar as dispesas da loja como auguel etc.
    Mas as vendas parou e não consigo nem pagar as contas e nem comprar mercadoria.
    Não sei o que fazer pois não tenho dinheiro para investir mais, tudo que eu tinha eu coloquei na loja.
    Me ajuda, será que estou fazendo alguma coisa errada, não tenho vontade nem de abrir mais a loja.
    Grata.

    • Dalva, feche a loja, venda tudo a preço de custo e comece de novo, agora em um emprego com carteira assinada.

      Se não tem nem mais vontade de abrir a loja, caia fora do mundo do empreendedorismo antes que se afunde ainda mais em dívidas.

      Porém, se você disse que não tem mais vontade de abrir a loja só como uma forma desabafo e na verdade tem vontade de dar a volta por cima ao invés de dar um passo atrás, eu sugiro que você também comece de novo. Mas comece da maneira correta, com um planejamento. Já que arriscou e colocou tudo o que tinha na loja, aceite que cometeu um erro e não faça retiradas por um tempo. Invista em promoção de vendas e bom atendimento. O dinheiro que receber deverá ser utilizado para planejar melhor suas compras e próximas ações. Mas é claro, este conselho só vale se você ainda tiver vontade de acordar cedo e abrir a loja.

  4. Bom dia Leandro
    Gostaria dia umas dicas para vender mais moveis planejados

    • Leandro Branquinho

      Vamos lá.
      Existem diversos caminhos para vender móveis planejados. Um deles é estar dentro da loja e fazer diversas ações para os clientes te visitarem e o outro é ir atrás dos clientes antes que eles comprem móveis em outros lugares.

      Se você trabalha à partir de um ponto de venda, você pode fazer telemarketing oferecendo os móveis, você pode criar um blog ou um canal no Youtube com dicas de combinação de móveis e de decoração e você pode pedir indicações de clientes que você já atendeu e ficaram satisfeitos.

      Agora se você trabalha de maneira externa, comece a visitar obras e construções antes de chegaram na fase de acabamento, ofereça seu serviço para os proprietários e faça parcerias com engenheiros e arquitetos .

      Independente de qual modelo de trabalho você escolher, você precisa ser um expert em móveis planejados. Você precisa se tornar tão bom a ponto dos clientes começarem a te procurar. E mesmo quando esta hora chegar, não pare de continuar procurando seus clientes.

  5. Olá, Boa tarde!
    Vou começar a trabalhar como promotora de vendas, gostaria de umas dicas. Como abordar o cliente assim que ele entrar na loja pra apresentar o meu produto sem ser chata? O que devo falar com o cliente?
    muito obrigada!

    • Leandro Branquinho

      Vamos lá. O primeiro ponto é:
      Não aborde o cliente assim que ele entrar na loja.
      Espere um pouquinho. Dê alguns segundos para o cliente se ambientar. Pode até ser que ele esteja indo em sua direção. Portanto, espere um pouquinho. Mas não espere muito. Quanto mais produtos tiver na loja, maiores serão as chances do cliente se distrair com outras coisas.
      A melhor maneira de abordá-lo é com um sorriso espontâneo e cumprimento natural. “Oi, bom dia”; “Olá, tudo jóia?”

      Agora ser promotora de vendas sem ser chata é possível, mas nem todo mundo consegue. Afinal de contas, na maioria das vezes, você vai interromper alguma coisa que o cliente iria fazer.

      A dica é: seja tão gente boa e tão simpática que os clientes vão ficar com vontade de ir até você. Mas veja bem. Esta dica só vai funcionar se você realmente for muito gente boa e muito simpática naturalmente. Forçar algo que você não é, pode dar certo com alguns, mas outros vão te achar chata de qualquer jeito.

  6. Oi meu amigo!
    Eu entrei recentemente em uma loja e gostaria que me ajudasse a ser um bom vendedor, como falar e como nao falar com os clientes..
    Quais o jeito e palavras chaves que fazem o cliente gostar de mim e querer compra o produto.
    E como fazer o meu nome crescer conceguir me dar bem nesse ramo..
    E que tiver de dicas e opinioes estarei todo ouvidos..

    • Leandro Branquinho

      Hahah, Fábio, sua pergunta dá a impressão que pra vender, existe mágica.
      Só que… não existe.
      Abracadabra, Hocus Pocus isto só funciona na fantasia. Não existem palavras chaves ou palavras mágicas.

      Pra ser um bom vendedor, você precisa aprender a se interessar pelas pessoas.
      Será o seu papel ouvir estas pessoas e depois disso, quem sabe, você consiga vender.

      O que você deve falar para os clientes, depende do cliente. Se você atender uma pessoa que fala de uma maneira mais formal, é assim que você vai falar. Se a pessoa for mais solta e form mais extrovertida, é assim que você deverá atendê-la.

      Agora para fazer seu nome crescer, tem 3 caminhos:

      1-Você precisa ser o vendedor mais legal do mundo. As pessoas devem querer fazer negócios contigo porque você atende muito bem.

      (2)o segundo caminho é:
      -Você tem que ser o maior especialista no produto ou serviço que vende. Você deve entender tanto, que as pessoas vão querer te recomendar porque você entende muito do assunto.

      (3)E o terceiro caminho e o mais difícil é fazer as duas coisas ao mesmo tempo. Ser um mega especialista e ser mega gente boa. Se você escolher este caminho, perceberá que a “mágica” vai acontecer e nem será preciso dizer coisas como “Shazam”.

  7. Bom dia. Tenho uma loja de roupas de bebe até 8 anos a oito meses em um shopping na cidade, shopping este de nao muita movimentaçao em que as pessoas vao para almoçar e nao para bater perna mas sim, shopping em que as pessoas vao la para comprar em determinada loja. Acontece que nao tenho mais capital para injetar e ela esta fechando no vermelho. O que faço. Uma das funcionarias fumam, nao sei se isso influi e a outra já ouvi quatro reclamaçoes

    • Leandro Branquinho

      Veja bem Cristina, quando uma empresa termina o mês no vermelho, pode ter certeza que, dificilmente a causa é uma só.

      Como não tenho acesso ao seu fluxo de caixa, vou falar somente de ações de marketing.

      Se as pessoas vão no shopping para almoçar, elas devem ser abordadas de alguma maneira.
      De repente, uma parceria com algum dos restaurantes do shopping. Uma outra ideia é evitar o comportamento passivo.
      Ao invés de esperar as clientes entrarem na loja, telefone, faça propaganda próximo a maternidade e clínicas de obstetras e ginecologistas.

      E uma coisa muito importante invista tempo em treinamento para que sua equipe não receba reclamações.
      Você disse que não sabe se o ato de funcionária fumar influencia.
      Pense comigo, uma grávida gosta de estar perto de fumantes? A maioria evita.

  8. Olá. Começo a trabalha amanha como vendedora em uma loja de roupas, mas estou com alguns “medos”. Por ser meu primeiro emprego como vendedora penso que posso não saber como atender o cliente.como faço para me sentir mais segura?
    Obs’: Suas dicas me ajudaram muito!!

    • Michele, parabéns pelo novo emprego.
      Sabe o que está te deixando insegura?
      O desconhecido. E isto é absolutamente normal.
      A maioria das pessoas quando começa um novo projeto sente, no mínimo, um frio na barriga.

      Só tem uma forma de você se sentir mais segura. Com o conhecimento. Só é seguro quem domina um assunto.
      Então a dica é: Estude a loja, estude os produtos, leia as etiquetas, entre no site da marca das roupas, vire as peças do avesso, seja curiosa quanto aos detalhes das roupas, preste muita atenção em como os clientes se comportam dentro da loja, não tenha medo de fazer perguntas para os clientes e tenha humildade para pedir ajuda. Afinal de contas, só aprende, quem está disposto a escutar.

      Grande abraço pra você e grandes vendas!

      • Olá!!! Eu vou começar a trabalhar de vendedora de roupas também e é o meu primeiro emprego. A minha dúvida sempre foi a mesma de Michele, tenho ”medo” de não saber o que fazer e como fazer… Sua resposta a ela me ajudou MUITO, me esclareceu algumas dúvidas, e claro já estou pesquisando sobre marcas e tipos de roupas, cortes na internet, quero me esforçar ao máximo e aprender cada vez mais… Primeiro que me interesso por moda e vendas, e segundo porque fiquei procurando emprego por um ano, e nessa loja me deram uma chance, não quero desapontar!! Então, OBRIGADA pelo concelho 😀 adorei o artigo!!

  9. Boa noite estou a seis meses trabalhando em uma loja de materiais para contruçao estou adorando,pois gosto muito de lidar com pessoas .. mas quero me aperfeiçoar mais nessa area o que voce me sugere.

    • Leandro Branquinho

      Julia, você não disse em qual área da loja você trabalha.
      Mas como enviou a mensagem em uma postagem sobre vendas e como disse que gosta de lidar com pessoas, vou considerar que você deve ser vendedora.

      Para ser uma boa vendedora em uma loja de materiais de construção, eu te sugiro 3 linhas de trabalho para você escolher:

      N°1 – Se especializar – Se fizer esta escolha você deverá ser a maior especialista em materiais de construção. Para isso, é necessário ler todas as embalagens, fazer muitas perguntas para pedreiros e representantes comerciais, entrar nos sites dos fornecedores para estudar seus produtos, ou seja, as pessoas vão cada vez mais te procurar porque você realmente irá entender do assunto.

      N°2 – Criar uma boa base de amigos clientes – Se escolher este caminho, a sua principal tarefa será fazer o que você já gosta muita, lidar com gente. Mas só ser amiga não é suficiente para gerar vendas. É necessário que você cadastre os clientes que estão construindo e mantenha-se sempre em contato. Telefone, mande e-mail, mande um sms como forma de acompanhar a obra e saber se precisam de alguma outra mercadoria.

      E a linha n°3 – Desenvolver relacionamento com profissionais da área – Neste caminho, o seu papel principal será manter contato com engenheiros, arquitetos e pedreiros. Ao estreitar o relacionamento com estes profissionais, você receberá muitos clientes através de indicação.

      Independente de qual linha de trabalho você escolher, é importante lembrar que a construção de sua carreira também é feita à partir de suas boas atitudes. Grande abraço e grandes vendas.

  10. Parabéns Leandro! excelentes dicas para as vendas acontecerem! faz um ano que trabalho como vendedora de móveis e decoração! e estou adorando! vender não tem segredo algum.. somente ter confiança no que você fala para seu cliente.. mas sempre aberto para novos aprendizados! gostei das suas dicas.. nesse site!

    • Leandro Branquinho

      Silvana, realmente a confiança no que você fala é muito importante. Porém, mais importante que a confiança é a capacidade de ouvir e entender quais são as dores dos seus clientes. Ou melhor, quais são os cômodos da casa que ele gostaria de mudar.

      Abração.

      • Verdade Leandro! vou me atentar bem nessa dica, obrigada! abraço!

      • Olá,tenho vontade de abrir um comércio mais não consigo fazer o planejamento me ajude por favor.

        • O caminho mais fácil é o Sebrae. Procure pelo Sebrae de sua cidade.
          Grande abraço

          • Olá Leandro, gostaria de umas dicas estou trabalhando em uma papelaria como vendedora e minha supervisora cobra de mim a aproximação ao cliente . Me ajuda pois gosto de lá comecei essa semana mais não sei como faço pra ter essa aproximação que ela diz.

          • Leandro Branquinho

            Olá, Daniele.
            Para se aproximar dos clientes, comece falando no mesmo tom de voz.
            Faça perguntas para identificar o que o cliente está procurando.
            E claro, conheça a fundo os produtos que você vende.

            De toda forma, não custa perguntar para sua supervisora como ela gostaria que você se aproximasse. Peça para ela te dar exemplos. Se possível, acompanhe ela atendendo algum cliente. E assim, poderá se espelhar ou modelar o que ela espera que você faça.

            Grande abraço e Grandes Vendas!

            Leandro Branquinho
            http://leandrobranquinho.com.br

  11. Lendrinho ! Estou para começar numa rede de lojas de vendas de roupas e calçados como supervisor,gostaria de algumas dicas, estarei aguardando obrigado.

    • Alex, um de seus papeis como supervisor será dividir com os gerentes e vendedores o que está sendo feito de mais legal na rede.

      Por exemplo, se uma das lojas tem uma vitrine bacana,
      é seu papel fotografar e mostrar para as outras lojas.
      Se uma vendedora tem uma maneira especial de demonstrar uma calça ou um sapato,
      é seu papel levar a técnica para as outras lojas.
      A maior riqueza de uma rede de lojas são as pessoas.
      É seu papel integrar o conhecimento destas pessoas.
      Uma outra sugestão é fazer áudio conferências via internet.
      Uma vez por semana ou uma vez por mês, faça uma reunião com os gerentes via skype ou hangout.
      Nesta reunião, deixe que cada um diga quais foram as conquistas e dificuldades que tiveram na semana.
      Uma vez por semana ou uma vez por mês, faça a mesma coisa com os melhores vendedores de cada loja.
      Lembre-se: é seu papel integrar o conhecimento destas pessoas na rede de lojas.

      Grande abraço pra você e Grandes vendas.

  12. Oi Leandro
    Agradeço pelas dicas
    valeu um abraço

  13. Olá!

  14. Oi Leandro suas dicas são maravilhosas eu amei todas.Estou começando a minha loja de roupas femininas mas que também ira vender algumas carteiras e bolsas. Mas o problema é que está faltando criatividade para dar o nome e o logotipo para a loja,gostaria da sua ajuda para dar o primeiro Passo,.Sei que o nome é algo muito importante na hora da divulgação da minha loja e gostaria de receber algumas dicas e exemplos de logos e nomes,fico aguardando seu retorno bjs.

  15. OI LEANDRO SUAS DICAS SAO OTIMAS…..GOSTARIA Q VC ME AJUDASSE A VENDER PLANOS E APARELHOS DE CELULARES , FAZ DOIS MESES QUE ENTREI NA TIM GOSTARIA MUITO DE SUAS DICAS

    • Leandro Branquinho

      Alex, Uma pesquisa mostra que em 2013, a venda de smartphones foi maior que a venda de aparelhos comuns.
      Com o mercado estável e com lançamentos a cada mês, a primeira dica é: especialize-se em ajudar seus clientes a escolher smartphones. Ainda existe mercado para os telefones mais simples, mas a venda de celulares mais modernos só vai aumentar.
      Conclusão, aprenda sobre estes novos modelos. Ser um especialista leva tempo, mas se dedicar 40 minutos por dia só para tentar aprender sobre os aparelhos, terá muito mais segurança ao falar sobre eles.

      Para vender planos, um dos segredos é oferecer uma consultoria para os clientes que usam outra operadora. Pra isso, você precisa ser um especialista em tarifas e conhecer os benefícios de todas as operadoras. Dá trabalho? Claro que dá. Em um mercado com tantos concorrentes, você precisa ter um algo a mais para se diferenciar dos medíocres.

      E um alerta que eu te faço é: Não abandone seus clientes. As empresas que trabalham com telefonia focam muito em novos clientes e esquecem que é importante fidelizar os clientes atuais.

      Grande abraço e Grandes vendas!

      • michelle monteiro da silva

        ola boa noite! eu to tentando arruma um emprego como vendodora de lojas d roupas,so q até hoje so trablhei como atendente d lanchonete e balconista de padaria,sera q se eu conseguir um emprego d vendedora vai ser muito dificil….

        • Leandro Branquinho

          Michele, a primeira coisa que você precisa é se responder “por que você quer este emprego em loja de roupas?” Quando você define exatamente o porquê, atingir seus objetivos fica mais fácil.
          Por exemplo, vamos supor que você quer trabalhar em loja de roupas porque você gosta de moda. Então, na hora de uma entrevista de emprego, você vai mostrar isto para o entrevistador.
          Um outro exemplo. Se você gosta muito do estilo de uma determinada loja. Durante a sua entrevista de emprego, você vai falar como gosta da vitrine, da decoração e dos produtos que a empresa vende.
          Agora, sabe o que realmente pode te ajudar? Fazer o que a maioria das pessoas que querem o mesmo emprego que você não fazem.
          Passe algum tempo por dia, todos os dias, visitando blogs de moda.
          Passe um tempo por dia, todos os dias, estudando técnicas de vendas.
          Passe um tempo por dia, todos os dias, tentando conhecer pessoas que compram na loja que você quer trabalhar.
          Passe um tempo por dia, todos os dias, visitando e prestando atenção no atendimento e na exposição de produtos das lojas que você gostaria de trabalhar.

    • ggertrudes de souza louro

      OI TRATO MUITO BEM OS MEU CLIENTES
      MAS AS MINHA VENDAS SAO POUCAS, FAÇO QUASE TODOS AS DICAS. MAS E… PREOCUPAMTE GOSTEI MUITO DE SUAS DICAS MAS MAIS.
      .

  16. Ola, boa noite! Parabens leandro pelas suas excelentes dicas, elas otimas para nos ajudar. Trabalho em materiais de construcao, sou vendedora, e adoro trabalhar nesse ramo de vendas, mas nao so no ramo, com o publico tambem… Suas dicas nos ajudar aperfencoar cada vez mais. O cliente e primeiro lugar. Obrigada pelas suas dicas.

    • Leandro Branquinho

      Obrigado, Nayara. Na verdade, eu costumo falar que os funcionários devem estar em primeiro lugar e os clientes em segundo. Hehe. Quando uma boa equipe é bem cuidada, ela fará de tudo para que o cliente tenha a melhor experiência. Preste atenção. As empresas em que a equipe é mal tratada pelo chefe, normalmente, trata o cliente muito mal.

      Abração.

  17. Leandro muito obrigado suas dicas é tiro certeiro…..nao abusando de sua boa vontade, queria saber alguma coisa sobre marketing e propaganda sou da loja de telefonia (TIM)…..QUERIA SABER COMO TRAZER MAIS CLIENTES PRA LOJA……MUITO OBRIGADO…//

    • Leandro Branquinho

      Esta pergunta não é tão fácil de ser respondida porque cada caso é um caso.
      O primeiro ponto é: defina quem são seus clientes.
      Eu entendo que uma loja de telefonia pode ter clientes de várias faixas etárias e várias classes sociais.
      Mas o ponto onde sua loja está localizada já diz muito sobre quem são seus clientes.
      Se a maioria dos seus clientes são pessoas de baixo poder de compra, as melhores estratégias são as seguintes: Abordar os clientes na rua, facilitar o pagamento de aparelhos e sempre anunciar uma promoção.
      Se a maioria de seus clientes tem alto poder de compra, ou são clientes empresariais as estratégias são completamente diferentes. O que pode funcionar é fazer visitas pessoais em seus escritórios, consultórios ou empresas para oferecer produtos exclusivos ou uma consultoria sobre como obter mais vantagens nos planos de telefonia.
      Teoricamente, a responsabilidade de trazer clientes para dentro da loja é mais do departamento de marketing do que do departamento de vendas.
      Eu, particularmente, acredito que é responsabilidade de todo mundo.
      Portanto, faça a sua parte, mas não deixe de pedir ajuda ao departamento de marketing da operadora.

      • Ola leandro me chamo polyana comecei trabalhar uma loja de acessorios recentimente existe semijoia tambem e uma loja pequena com 5 mulheres e sempre rola intrigas e fofocas, me dar umas dicas como posso lidar com isso e ser uma boa vendedora!!!

  18. Eu nao concordo com a afirmacao de que ninguem entra so para olhar… Eu muitas vezes entro na loja so com a intencao de olhar mesmo , eu sei que realmente nao vou comprar e mesmo assim essas pestes ficam insistindo mesmo eu falando que so to olhando, as vezes sou ate grossa sem querer.. Quando eu entro em uma loja prefiro que me recebam e digam: ”se precisar de algo é so falar” e sairem de perto, nossa fico com uma raiva quando o vendedor fica me seguindo com os olhos ou fica na minha direcao, perco a vontade de olhar e ate comprar!! Isso é so um desabafo porque hoje em dia penso 3 vezes antes de entrar em uma loja por causa dessas coisas..

    • Leandro Branquinho

      Alexandra, talvez você não tenha lido o texto todo.

      Você tem razão em afirmar que quando entra uma loja prefere uma certa distância dos vendedores. Muita gente sente o mesmo que você. O motivo é por ter tido experiências passadas com vendedores pangarés.

      Agora será mesmo que você entra em uma loja só para olhar?
      Você já entrou em um açougue só para olhar as novidades em carnes? Já entrou em uma farmácia só para olhar se alguma embalagem de medicamento combina com o seu armário?
      Tenho certeza que não.

      Se você entrou em uma loja, existe uma grande chance de ser por um destes três motivos:
      1-Você estava precisando de alguma coisa e, de repente, poderia encontrar naquela loja. Ainda que estivesse apenas planejando uma compra futura.

      2-Você ficou com vontade de comprar alguma coisa. Talvez instigada pela vitrine, por uma amiga, por um programa de tv ou por ter visto alguém que admira usando algo parecido.

      3-Você entrou para se distrair. Muita gente tem prazer em visitar lojas. Aí somente um psicólogo para entender as reais motivações. Não estou dizendo que é o seu caso. Mas é comum pessoas entrarem em lojas para fugirem de problemas pessoais, para se distraírem, para esconderem suas frustrações, como uma válvula de escape etc.

      O vendedor atencioso consegue identificar qual destes três motivos.
      O vendedor bem preparado percebe se é necessário insistir um pouquinho mais ou se precisa dar mais espaço para o cliente.

      Muito obrigado pelo seu comentário. Acho que enriqueceu ainda mais a postagem.

      Um grande abraço.

      • concordo com com o comentário da alexandra e não é tão fácil assim identificar se posicionar quanto a um possível cliente. Vamos ver: eu entro em lojas para olhar apenas e detesto quando um vendedor me intercepta. Quando entro num lugar é para ver novidades, o que aquela loja oferece, suas condições de pagamento, etc (comparaçoes) talvez até numa compra futura e sendo futura me desculpe, não adianta ser o melhor, o mais bam bam do mercado. Estarei ali só para olhar. Digo mais, minha ex-esposa é assim, minha filha, minha mãe e tantas pessoas que conheço. As pessoas querem entrar num lugar, ver, olhar e se algo chamar atenção então procurar um vendedor pra ver que cor tem, se tem mais alguma coisa parecida com aquilo que chamou atençao. A cada dia que passa isso é ampliado. Se isso não fosse verdade porque acha que cada dia mais pessoas compram pela internet ? porque não querem ser influenciadas por um vendedor que fica dizendo: posso ajudar? o que vai querer hoje? temos ótimas promoções, quando na verdade não tem nenhuma. A promoção é o que a empresa dele acha ser promoção. Ouso dizer que 70% das pessoas não gostam de ser abordadas. Outro fato: grandes lojas tem inaugurado suas unidades de forma diferenciada em seu layout. Os caixas são na frente, logo na entrada. Quem quer pagar apenas não precisa passar pela bateria de vendedores. E quem quer olhar, ver, comprar fica tranquilo pela loja só sendo abordado quando já está num setor por mais tempo.
        Trabalho numa loja tradicional de eletrodomésticos, móveis, e o pessoal de marketing e relacionamento insiste no atendimento padrão que é cumprimentar o cliente e acompanhar o cliente, colar nele, e se ele disser ( que acontece 90% do tempo) vai apenas pagar uma prestação, ir junto com ele até o caixa. Percebo o desconforto das pessoas. Isso é uma medida de cima pra baixo sem levar em conta o que as pessoas pensam a respeito.
        Já fiz como forma evidenciar isso essa pergunta enquanto acompanhava o cliente: minha empresa acredita em relacionamento duradouro e dar assistencia ao cliente, inclusive acompanhando o cliente como estou fazendo com o sr. (sra) no momento. O sr. (a sra) concorda? e invariavelmente respondem que não.
        Ou seja, não é achismo. São fatos.

        • Leandro Branquinho

          Wilson, obrigado por comentar.

          O que acontece é seguinte.
          Vendedor que diz frases do tipo:
          “Posso te ajudar?” (ou qualquer outra frase decorada), não está fazendo uma boa abordagem.

          Não ser atendido por ninguém e não receber atenção é uma reclamação muito mais comum do que “me abordaram”.

          Quanto mais alta a classe social, mais espaço os clientes querem. Porém, o Brasil é um país de classe C e muita gente que está na classe B, saiu há pouco tempo de uma situação onde era discriminado por vendedores “pangarés” que não davam atenção.

          Agora, independente de classe social, nunca vi nenhum cliente reclamar que um vendedor chegou até ele e o cumprimentou (Em muitos casos, esta é uma abordagem simples e eficaz – só cumprimentar).

          Na prática, “colar” no cliente é tão prejudicial quanto não der nenhuma atenção.
          Mas em momento algum, eu disse que tem virar uma sombra do cliente.

          Compras pela internet realmente estão crescendo e vão crescer cada vez mais. Porém, o motivo do crescimento deste canal, não é porque vendedores abordam os clientes na loja.

          Grande abraço.

          • Sou vendedor de uma loja de eletrodomésticos, eletrônicos, móveis etc, o que não tem na loja tem em catálogo, que é muito difícil vender, pois o cliente ainda gosta de ver o que está adquirindo, por isso ainda existem as lojas, senão já estariam extintas. O cliente que compra pela internet, só compra pelo preço. Se aumentassem os preços da internet, que passassem a ser uns vinte a vinte e cinco porcento do preço de loja, ninguém, ou melhor, poucos comprariam no escuro, que é a compra via internet, ou seja é só o preço, o real motivo desta modalidade de compra.

  19. Leandro Branquinho, boa tarde !
    Tenho uma loja de material hospitalar aqui no município . 1 ano atrás,mais ou menos, só existia uma loja igual a minha, dentro de uma galeria . De 1 ano pra cá , existem mais de 5 loja no mesmo ramo, e o interessante 4 do mesmo dono. Me sinto cercado pela concorrência, pois essa rede de loja tem mais estrutura e mais condições financeiras que a minha. Confesso que me lancei sem um tostão no bolso, apenas na fé de comprar hoje e pagar daqui a trinta dias. E me sinto assim até hoje. Vendendo para pagar dívidas. Eu trabalho , também com este mesmo ramo (material médico hospitalar ) como representante em cursos de enfermagem e as vezes em hospitais. Ultimamente deixei as coisas desandarem de vez, e me encontro com intimações de cartório e devendo aos bancos! Estou me virando como posso. Como sair dessa? As vezes acho que minha loja não fica muito bem localizada, pois fica em um bairro distante dos centros comerciais . Sou novo e não quero voltar a trabalhar para os outros . Me ajude !
    Desde já agradeço.

    • Leandro Branquinho

      Meu amigo, mesmo que você não tenha o mesmo poder de compra que seu concorrente, você pode se diferenciar de algumas formas.

      Por exemplo, entregando mais rápido.

      Por exemplo, mantendo um relacionamento mais estreito com médicos e enfermeiros.

      Ser representante em cursos de enfermagem é ótimo.
      Porque você pode utilizar da estrutura de quem dá o curso para fazer propaganda e merchandising de seus produtos para os alunos.

      Quanto a dever dinheiro para o banco, o ideal seria pedir ajuda a um contador ou para um consultor financeiro.

      Se você tiver foco no que é mais importante e não tiver preguiça de trabalhar, tenho certeza que você conseguirá sair desta situação difícil.

      Grande abraço e grandes vendas.

      • leandro gostaria de ter uma ajuda sua
        entrei em uma loja de moveis planejados e
        estou inseguro para apresentar projetos e
        ter contato com cliente. sou novo no ramo.

        • Tiago, esta insegurança é absolutamente natural pra quem está começando. O que te dará segurança é o conhecimento e a experiência. A experiência só com o tempo, já o conhecimento você pode adquirir de diversas formas:
          -Pedindo dicas para outras vendedores da empresa em que você trabalha.
          -Pedindo dicas para representantes comerciais que vendem os produtos para sua empresa.
          -Entrando nos sites das empresas que fabricam os produtos que você vende (leia tudo)
          -Prestando atenção aos detalhes de cada móvel que sua empresa vende.
          -Lendo revistas de móveis e decoração.
          e principalmente
          -Fazendo perguntas para os seus clientes.
          Se você desenvolver o seu espírito curioso, rapidamente conseguirá ter a tal experiência. E com estas duas coisas juntas, você será um vendedor bem mais seguro.
          Grande abraço e Grandes vendas!

  20. boa noite gostaria de dicas pra quele mes que todos estao vendendo e parece que com vc nao vai nao consegue atingir os objetivos gostaria de dicas pra nao se deixar desmotivar e tbm dicas pra vendas de produtos financeiros abraco

    • Vamos lá, Felipe.
      Eu concordo contigo que em alguns meses parece que a coisa não anda.

      Mas se todos estão vendendo, talvez você não esteja fazendo o que é necessário ser feito.
      Preste atenção aos outros vendedores, preste atenção a maneira como eles estão fazendo.

      Mas principalmente, preste atenção no que o cliente diz pra você. Se ele não quiser comprar, não tenha medo de perguntar o porquê. Não tenha medo de perguntar o que o cliente não gostou em sua proposta. Receber “nãos”, faz parte do dia-a-dia dos vendedores. Agora aprender porque os clientes estão dizendo “não” é o que te faz encontrar o caminho para vender mais.

      Para não se deixar desmotivar, só existe uma forma.
      Ter bem claro quais são seus motivos. Você sabe por que você trabalha? Por que você sai da cama? Por que você quer atingir as metas da empresa?

  21. Olá, gostei muito do seu site. Parabéns pela iniciativa. Eu tenho uma empresa de automação de postos de gasolina, tenho poucos concorrentes na região onde moro. Eu conheço muito bem o produto que vendo e instalo, minha dificuldade é finalizar a venda. Apresento o produto, vejo a dificuldade dos postos em relação ao caixa que nunca batem e o meu serviço é para auxilia-los nesta questão. Porém tem muitas pessoas que não interessam.

    • Odair, os motivos das pessoas não se interessarem por seu produto podem ser os seguintes:

      1-Elas estão satisfeitas sem o sistema e não enxergam o motivo para instalar.
      2-Você não fez uma apresentação impactante.
      3-Elas ainda não confiam em você.

      Minhas sugestões para você são:
      Grave pequenos depoimentos em vídeos de clientes satisfeitos, ofereça 30 dias de uso do sistema sem compromisso e a melhor técnica para fechar mais vendas é dar atenção e escutar os problemas de seus clientes. Quando você conhece os problemas dos clientes, é mais fácil apresentar a sua solução.

      Grande abraço e grandes vendas.

  22. oi,tudo bem?estou muita ansiosa pois no mes de março poderei entrar no mercado de trabalho,e gostaria que fosse como vendedora,mas como os outros colegas tambem estou muita ensegura o que vc me dizw

    • Leandro Branquinho

      Alcione, a insegurança é absolutamente normal para quem vai começar um novo trabalho.
      A única forma de se sentir mais segura é estudando a empresa, os produtos e os clientes.

      Bota pra quebrar.

  23. Olá, Leandro!

    Gerencio uma loja que vende óculos de sol e agora passei a gerenciar também um quiosque da mesma marca.
    Percebo que embora seja o mesmo produto a maneira de abordagem tenha que ser outra, pois na loja preciso que o cliente entre para que eu atenda e já no quiosque não, já que se localiza no corredor do shopping.
    Pode me ajudar me dando algumas dicas?

    • Leandro Branquinho

      Olá, Simone.

      A melhor forma de atrair a atenção dos clientes em um shopping é manter sempre um clima de alto astral no quiosque. O simples fato de cumprimentar (com um sorriso) as pessoas já atrairá a atenção de muita gente que está passando por ali.

      🙂

  24. Pra mim vendedor é a profissão mais desnecessária que existe, no máximo deveriam alcançar alguma mercadoria quando, e somente quando, o cliente pedir. Se você precisa comprar algo vai na loja compra e pronto, não há razão alguma de alguém te ajudar, fazer compras não é tão complicado assim. Imagina você em um supermercado e um vendedor te seguindo o tempo todo dizendo: já viu a nossa promoção do pacote de arroz? Compre 5 e o 6° sai de graça! Na minha opinião vendedores só servem para os donos das lojas que tem medo que os clientes roubem mercadorias ou pra se livrar de estoque através da insistência. Me desculpem vocês vendedores, mas pra mim sinceramente o mundo seria melhor sem esta profissão, que já conseguiu colocar alguns conhecidos meus em situação financeira bem complicada.

  25. Ola adorei as dicas mas preciso de sua ajuda arrendei uma loja as um mes minhas mercadorias sao exelentes qualidades e preço mas nao estou conseguindo trazer clientela eas q entra nao compra inventao desculpas q estao com pressa volta outro dia ja perguntei oq nao gostarao mas elas me enrrolam e nao fala preciso de sua ajuda leandro

    • Leandro Branquinho

      Olá, Eliane.
      Seu pedido é um pouco difícil de responder sem fazer uma análise mais profunda.

      Os motivos dos clientes não comprarem podem ser vários.
      -A loja está no ponto errado (Ex: Loja de noivas em uma rua que só tem bares universitários)
      -O merchandising é ruim (A forma como os produtos estão expostos não é persuasiva)
      -O atendimento é antiquado (A maneira como os vendedores abordam ou não abordam o cliente não está funcionando)
      -A vitrine promete uma coisa mas dentro da loja o que o cliente encontra é outra coisa.
      -Os produtos estão com o preço acima da média do mercado e a loja não oferece nenhum valor a mais.
      -Os produtos são ruins.



      Existe uma infinidade de possibilidades para o cliente não comprar. Aqui eu só dei alguns exemplos. Para saber exatamente o porquê, somente com uma boa consultoria no local.

      Um grande abraço.

    • oi leando eu tenho uma lojinha comesei a 2 anos atraz eu recebia consiguinado vendia repasava hoje tenho bastante na lohja tudo meu;voce tem razao quando fala que o cliente nao gosta destas sonbra kkkkk eu recebo clientes eu nem conheço todos falo apenas bomdia obrigada boa noite volte mais vezes minha a mercadoria da minha loja para mais de 100;mil tudo pois deixo meus clientes a vontade eles prova muita roupa esta loja fica na minha casa,bem simplis eu queria melhora muito vende mais ter mais clientes!!!!!!!!!!!como faço

      • Leandro Branquinho

        Maria o cliente não gosta de “sombras”. O cliente não gosta de vendedores que ficam o seguindo para todos os lados. Mas nenhum cliente gosta de ser abandonado no salão de vendas.

        Não seja uma sombra.
        Mas não demore muito para abordar o cliente.

  26. Caso o cliente venha a fechar com outro fornecedor, quais são as perguntas, pertinentes, a seu ver, que posso ou devo fazer para ele?

    Desde já agradeço e parabenizo seu trabalho.

    Elba – São Paulo

    • Leandro Branquinho

      Olha só que pergunta interessante.
      Elba, eu percebo que boa parte dos vendedores quando descobre que o cliente fechou negócio com outra empresa, tem a tendência de colocar algum defeito ou falar mal do produto concorrente.
      O que, em minha opinião, é algo absolutamente desnecessário e prejudicial.
      É claro.
      O cliente já fechou o negócio com outra empresa, então, na cabeça dele, ele fez o melhor negócio. E se alguém coloca defeito, o cliente tem uma tendência natural de se colocar em uma posição defensiva.

      A melhor coisa a se fazer é parabenizá-lo. Com uma mensagem mais ou menos assim:

      Senhor cliente, que pena que não pudemos fazer negócios juntos desta vez. Tenho certeza que teve muito cuidado ao decidir por nosso concorrente. Torço pra que tudo dê certo. De toda forma, me coloco à sua disposição caso preciso dos meus serviços. Gostaria muito que me dissesse o que pesou mais em sua escolha. Se puder responder, serei muito grata.
      E ponto.
      Envie a mensagem.

      O seu papel agora é esperar um tempo antes de fazer uma nova proposta para este cliente. O que não te impede de pelo menos uma vez por mês, entrar em contato para saber como vão as coisas.

      Grande abraço e Grandes vendas.

  27. Vou entrar numa loja na área de matérias de construção civil como vendedor interno queria uma ajuda pra saber lidar com os clientes 🙂 e como se expressar

    • Leandro Branquinho

      Wellington, a melhor maneira de se expressar com seus clientes é a maneira como os seus clientes falam.

      Por exemplo, se um cliente entra na loja e conversa de maneira muito formal, sua postura tem que ser mais formal. Se um cliente entra na loja todo brincalhão e falando gírias, você deve atendê-lo de maneira mais solta, mais informal.

      Antigamente, as empresas queriam padronizar tudo. Até o atendimento. Hoje em dia, já ficou claro para a maioria das empresas que o atendimento deve ser personalizado.

      Todo mundo merece ser atendido com dignidade e respeito. Mas ninguém deve ser atendido de maneira igual. Portanto, evite frases decoradas e tente escutar o que o seu cliente está pedindo. Mas lembre-se que escutar significa ouvir com atenção.

  28. Ola, Boa tarde,
    Entrei recentemente numa loja que vende estofados finos.. mas confesso que nunca trabalhei com algo parecido .. ficava em escritório e sinto muita insegurança na hora da venda… ja conheço um pouco os produtos … mas acabo perdendo clientes.. por conta da minha insegurança.. pois são moveis sofás sob medida .. Não sou a vendedora mas quando entra muitos clientes preciso ajuda-los o que tu me da de dica?
    Obrigada
    Att. Karoline

    • Leandro Branquinho

      Karoline, sua insegurança é absolutamente natural.
      Você não é vendedora. O seu trabalho é no escritório, certo?
      Mais ou menos, né?

      Em diversas empresas, é muito comum que profissionais que não são da área de vendas, ajudem na hora do aperto. Tem várias atitudes que você pode tomar para ter mais segura.

      Uma é participar de todos os treinamentos junto com os vendedores.

      Outra é sempre fazer perguntas sobre os produtos e materiais para os representantes e fornecedores da sua loja.

      E uma outra atitude é ser muito curiosa em relação ao que dá certo no atendimento e vendas da sua empresa. Faça perguntas para os vendedores, ofereça sua ajuda para o trabalho deles.

      Sempre que tiver contato com os clientes que já compraram na sua empresa, pergunte se estão satisfeitos.

      Resumindo, pra ter mais segurança é preciso ter mais conhecimento do produto, da empresa, de técnicas de vendas e dos clientes.

  29. ola sou vendedora ha pouco tempo vendia consorcio em uma empresa conhecida fazia vendas ativas e recptivas ,agora vou comecar a trabalha em uma loja de roupas popular que a politica da loja e ficar na porta chamando clientes como falo para eles de uma forma surtil e que eles entrem .

    • Leandro Branquinho

      Erika, este tipo de abordagem funciona muito bem para produtos populares.
      O segredo é: simplicidade e simpatia.

      “Olá, bom dia.”

      “Oi, tudo bem? Já conhece a nossa loja?”

      “E aí, tudo joia? Deixa eu te fazer um convite? Hoje nossa loja está com a seguinte promoção…”

      “Boa tarde. Desculpe te interromper. É que hoje nós estamos com uma novidade muito legal.”

      E é claro, tudo com um sorriso espontâneo.
      Prepare-se para receber “nãos”.
      Prepare-se para ser ignorada por muitas pessoas e não leve para o lado pessoal se alguém te xingar.
      Pessoas mal educadas existem em todos os lugares. E se o movimento em frente à porta for grande, com certeza encontrará algumas destas pessoas.

      Mas lembre-se, para lojas populares, este tipo de abordagem funciona muito bem. Use da simplicidade e simpatia e ignore os mal educados.

  30. Grande Leandro! Achei seu post aqui procurando como ser um vendedor competente, afinal, é meu primeiro dia trabalhando numa loja de roupas, e devo dizer que já deu resultado! Valeu! Agora, eu estou nesse emprego de maneira provisória pois sou desenhista por essência e estou terminando uma história minha, mas eu teria que nada mais nada menos que “vender” minha história para as editoras…… Alguma dica ou recomendação de como eu possa vir a fazer isso de maneira eficiente? Desde já, grato.

    • Leandro Branquinho

      Douglas, para vender sua ideia, seu serviço, seus desenhos e sua história, existem diversos caminhos.
      Os mais eficientes são estes dois a seguir:

      1-Conseguir engajamento do seu público. Este caminho pode ser construído em pouco tempo se o seu trabalho for realmente muito MUITO bom, ou pode demorar um pouco mais se o seu trabalho não for tão espetacular assim. Para atingir o engajamento existem várias opções na internet. Você pode criar um blog, vídeos para o youtube, Instagram, uma página no Facebook etc. Após conseguir bons números de engajamento do seu público fica fácil convencer uma editora a comprar sua ideia.

      2-Estabelecer relacionamento com profissionais das editoras. Hoje em dia é muito fácil entrar em contato com pessoas que podem influenciar ou até mesmo comprar sua história. Estas pessoas estão no Facebook, no Linkedin, seus e-mails estão disponíveis na internet. Mas é importante lembrar que primeiro, você precisa estabelecer um relacionamento. Não saia fazendo propaganda de suas ilustrações sem antes conseguir a confiança destas pessoas.

      Grande abraço e boa sorte.

  31. ACABEI DE CHEGAR EM CASA, FUI TENTAR COMPRA UM SPOLER ACESSÓRIO DE CARRO, NA LOJA QUE SEGUNDO O VENDEDOR SÓ SE VENDE O PAR. APÓS EXPLICAR PARA ELE QUE JÁ TINHA COMPRADO O PAR MAS QUE SOMENTE UM QUEBROU QUANDO PASSAVA POR UM CAMPO DE FUTEBOL E A BOLA ACABOU BATENDO E QUEBRANDO, FUI INFORMADO QUE O MESMO NÃO PODERIA FAZER NADA, ATÉ AI TUDO BEM O PIOR FOI OUVIR ELE DISSER QUE O PROBLEMA NÃO É DELE E QUE SE EU QUISER E SÓ NÃO COMPRA NA LOJA. FICO CHATEADO NÃO SOMENTE POR OUVIR ISSO MAS POR SER ESTUDANTE DE LOGÍSTICA E SABER QUE AINDA NOS DIAS DE HOJE ESSE HOMEM NÃO SABE O PODER DE UM CONSUMIDOR QUE PODE ATÉ MESMO VIR A SER UM CLIENTE, OU ATÉ MESMO A EXISTÊNCIA DE UM PÓS-VENDA E SUPPLY CHAIN. COM CERTEZA NÃO PRECISAVA TER DITO ISSO.

    • Leandro Branquinho

      Pois é.
      Quem trabalha com logística sabe muito bem que uma cadeia de suprimentos não pode ter nenhuma falha. Se o vendedor, que é o último elo da corrente, comete uma falha grave como esta, prejudica todo o trabalho de dezenas ou até mesmo centenas de pessoas para que aquele produto chegasse a loja.
      Acontece que este tipo de comportamento grosseiro só é cometido por vendedores que acham que seu salário está garantido. Atendimento ruim como este acontece em empresas em que o chefe não valoriza sua equipe pelo bom atendimento, pelo volume de vendas e nem pela lucratividade.
      Normalmente, o atendimento ruim é fruto de uma liderança ruim.

  32. OLÁ LEANDRO!!!
    PARABÉNS PELA PAGINA AMEI MUITO POIS ME AJUDOU E ESTÁ ME AJUDANDO…MAIS GOSTARIA DE UMA AJUDINHA.
    EU TRABALHO A POUCO TEMPO EM UMA LOJA DE ESTOFADOS SOB MEDIDAS,ESTOU AQUI APENAS A DOIS MESES NUNCA TRABALHEI COM ISSO EM MINHA VIDA MAIS ESTOU AMANDO.
    SOU SIMPÁTICA AUTENTICA VERDADEIRA NATURAL ESFORÇADA E MUITO DEDICADA,PORÉM TENHO UMA ME COBRADO MUITO E SOFRO UM POUCO COM ISSO POIS TENTO FAZER O MELHOR EM CADA VENDA MAIS AINDA ASSIM TENHO MUITOS CLIENTES QUE ENTRAM NA LOJA E QUE Ñ CONSIGO CONVENCER A COMPRAR,E FICO FRUSTRADA ACHANDO QUE Ñ ESTOU TRABALHANDO DIREITO QUE ESTOU ERRANDO EM ALGO MUITO GRAVE JÁ TENTEI DE TUDO PRA TENTAR VER ONDE ESTOU ERRANDO COM O CLIENTE.
    ME AJUDE POR FAVOR POIS QUERO E DEVO APRENDER MAIS A CADA DIA PARA MELHORAR MEU ATENDIMENTO E SATISFAZER AS VONTADES E DESEJOS DE MEUS CLIENTES!!!
    OBRIGADA DESDE JÁ QUERIDO

    • Leandro Branquinho

      Nailza, parabéns pelo novo emprego.
      Olha só. Este tipo de preocupação é bastante natural.

      Mas analise o seguinte:
      Quantas vezes você mesma já entrou em uma loja, olhou, gostou, foi bem atendida e mesmo assim saiu para pesquisar o preço na concorrência?
      Eu já fiz isto muitas vezes.
      A culpa não é do vendedor que está fazendo um trabalho ruim. É que às vezes, não temos dinheiro sobrando e queremos dar mais uma olhada em outras lojas, antes de tomar uma decisão.

      Eu posso te dar duas dicas para tentar contornar esta sua aflição.
      1-Quando perceber que o cliente já está querendo ir embora, desenvolva o diálogo mais ou menos assim:
      -Ficou alguma dúvida?
      E o cliente responde:
      -Não, não. Vou dar uma pensada e depois eu volto.
      E aí, você persiste só mais um pouco:
      -Perfeito. É sempre bom tomar as decisões com calma. Mas diga pra mim. O que falta para o senhor(a) pensar? Conte pra mim. Dependendo podemos resolver agora. 😉

      2-Antes de deixar o cliente sair, pegue algumas informações. Nome, endereço, telefone, e-mail, facebook. E entre em contato para fazer o acompanhamento.

      Grande abraço e Grandes vendas.

  33. Bom dia Leandro
    Esperando sua ajuda estou msm precisando de seus conselhos
    Obrigada bjos

  34. Boa tarde!
    Sou lider de uma loja de bijuterias, estou de licença maternidade. Vou voltar agora essa semana, porem estou um pouco perdida, pois a loja esta de cabeça para baixo. Quase todas as vendedoras pediram conta logo assim que sai, a loja esta com varias vendedoras novas e nao esta vendendo nem a metade do que vendia. Nao sei nem por onde começo.
    Me ajuda!!!!!

    • Leandro Branquinho

      Aline, que tal começar com uma lista de procedimentos.
      Nesta lista, escreva tudo que você espera das vendedoras.
      Mas deixe tudo bem claro.
      Não escreva nesta lista, por exemplo:
      “Quero mais comprometimento”
      Escreva de maneira bem específica:
      “Tem que chegar no horário, sorrir e cumprimentar todos (TODOS) os clientes, cuidar da higiene, não ficar com ombros caídos, abordar os clientes com naturalidade, nunca dizer frases decoradas como “Prontinho”, “Pois não” etc.

      Após escrever esta lista. Faça uma reunião com todas as vendedoras (não mostre a lista) e pergunte. O que vocês acham que precisamos fazer para termos um bom ambiente de trabalho e aumentar nossas vendas?

      Anote ou peça para uma assistente anotar a lista. Provavelmente, vão falar alguns itens que já estão em sua lista. Os itens que não forem citados, você pergunta mais ou menos assim (vamos supor que em sua lista tinha “abordar os cliente na porta”): “E abordar os clientes na porta? Não é uma boa prática pra nossa loja? O que vocês acham de acrescentar em nossa lista?”

      Depois da lista pronta, digite no computador. Tente manter as palavras que foram utilizadas na reunião. Imprima duas vias para cada pessoa e peça para que assinem. Uma ela levará para casa. Outra você guardará para que possa cobrar, caso alguma vendedora deixe de cumprir o que foi acordado.

      Um documento simples em que você não colocará nada que fuja o senso comum. Mas é um bom começo para organizar uma loja que está de cabeça para baixo.

  35. Oi Leandro, Boa Tarde !

    Acompanhei seu post e adorei as dicas, estou montando uma loja em um shopping, mas confesso que tenho um medinho por ser muito caro o aluguel…pelo que pesquisei meu produto é viavel e eu terei retorno..
    O meu medo é: – Funcionarios , preço de aluguel e etc..

    E se ninguem comprar?

    Ja estou fazendo propagandas, promoções e etc..td p/ que os clientes conheçam a loja.

    Ps: a loja q vou abrir no shopping não existe nenhum concorrente, porém a clientela é classe C e D que gostam de ”ostentar” ai que esta, por eu nao ser uma ”marca”posso me prejudicar?

    Abs
    Camila

    • Leandro Branquinho

      Sim, Camila, você pode se prejudicar com a sua insegurança (e não porque você não é uma “marca”).

      Se você já pesquisou o mercado, sabe que os clientes querem os produtos que você vende, está fazendo propagandas e promoções, o que poderia dar errado?

      Em relação aos seus medos, vamos lá.
      -Funcionários. Tá cheio de gente querendo o emprego e pouca gente querendo realmente trabalhar. Então, sim, você precisa dar muita atenção na hora de escolher e treinar as pessoas.
      -Preço do aluguel. Se o preço realmente for muito alto, a única forma de conseguir pagar é vender muito. E como você já está fazendo propaganda e promoção, está no caminho certo para que isto aconteça.
      -Não ser uma marca. Você está fazendo propaganda. É com ela que você cria a sua marca.
      -E quanto a “ninguém comprar”, pense comigo, se a localização da loja é boa e se os clientes querem o que você vende, falta você acreditar em si mesma. É à partir de sua atitude positiva, que sua equipe se sentirá inspirada a fazer o melhor para atender bem e vender mais.

      Continue fazendo propaganda. Isto é ótimo para trazer clientes para dentro da sua loja.
      Mas quando os clientes estiverem no ponto de venda, é necessário ter pessoas que estejam seguras de que estão oferecendo o que é melhor para aqueles clientes.

      Grande Abraço e Grandes Vendas!

  36. Olá Leandro,
    faz 11 meses que abri uma loja de cama, mesa e banho.
    Até dez/13 consegui aumentar o faturamento, porém este ano ainda não consegui me estabilizar estou conseguindo pagar as contas. Mas quero sua dica de como posso melhorar o faturamento nos próximos meses. Atendimento pelos feedback acredito que estou prestando um bom serviço. Embora estar cometendo alguns pecados, mas lendo seu artigo vou me policiar.
    obs,: se um cliente esta olhando a vitrine e eu convido ele para entrar para conhecer a loja e seus produtos, é legal fazer esta abordagem?

    Agradeço seu retorno
    abraços
    Solange

    • Leandro Branquinho

      Solange, para aumentar o faturamento, existem basicamente 3 caminhos
      1-Buscar novos clientes
      2-Vender mais para os clientes que você já tem
      3-Vender produtos de valor agregado maior para que a margem de lucro possa ser maior.
      Uma outra possibilidade seria tentar reativar clientes que não compram na empresa a mais de um ano.
      Como você tem a loja há menos tempo, espero que esteja cadastrando todos os seus clientes atuais para poder manter um relacionamento com eles.
      É através do relacionamento com os clientes que você os terá para a vida inteira.
      Agora, em relação a sua pergunta sobre abordar os clientes na vitrine eu tenho duas recomendações.
      Se os produtos que você vende são mais populares, sim. Você deve abordar todos os clientes na vitrine.
      Se os produtos que você vende são mais exclusivos e requintados, não. De toda forma, a vitrine, como diz meu amigo Fred Alecrim, tem que ser um aspirador de clientes para dentro da loja. Ou seja, já que você tem vitrine, ela tem que ser atrativa, bonita e deixar o cliente com vontade de entrar na loja.
      Grande abraço e grandes vendas.

    • oiii preciso de umas dicas vou começar numa loja de calçados queria uma dicas de como atender um cliente e ser educado c eles

      • Leandro Branquinho

        A melhor maneira de abordar um cliente em uma loja é recebê-lo como se fosse um amigo ou um conhecido em sua casa. Imagine que você está na sua casa. A campainha tocou, você abre a porta e é um conhecido seu.
        Você diz: “Pois não?”
        Tenho certeza que não.
        Alguém de sua família bate em sua porta.
        Você abre a porta e diz “Posso te ajudar?”
        Claro que não. Você diz: “Olá”. “Oi, tudo bem?”, “Seja bem-vinda” Não é assim? O sua abordagem para alguém conhecido é natural e espontânea. Em seu trabalho deve ser da mesma forma.

  37. Oi Leandro boa noite, comecei a trabalhar em uma loja de roupas masculinas(especificamente roupas sociais e ternos)estou insegura pois meu patrão e bem exigente e tenho md de fazer algo errado quando um cliente querer comprar um terno,já trabalhei em loja de calçados e loja de varejo,porem o cliente alvo agora é advogados,empresários e médicos como agir nesse caso.Meu patrão fica na loja o dia inteiro e fico com medo de atender errado ou de falar alguma besteira,como devo agir nesse caso.Na loja tbm vendemos calçados,gravatas,cuecas,vinhos,jeans,t-shirts,cintos etc…E também não sei como vender cintos e gravatas o que faço?

    • Leandro Branquinho

      Pamela, vamos por partes.

      Se o seu patrão é muito exigente, você tem uma ótima oportunidade de aprender com ele. Quando perceber que ele está te cobrando alguma coisa que ainda não se sente segura em fazer, peça a ajuda dele. Pessoas que são muito exigentes costumam saber fazer bem feito. Por isso, podem ser ótimos professores.

      Por ser uma loja que vende roupas sociais, é natural que você trate os seus clientes de maneira mais formal, os chame de senhor e converse como se estivesse em uma reunião de negócios. Porém, é importante prestar atenção em como o cliente chega até você, se apesar de estar usando roupas sociais, o cliente for mais brincalhão e mais extrovertido, é assim que você deve atendê-lo. Ao conversar no mesmo tom de voz e utilizar uma linguagem mais parecida com a que seus clientes usam, as chances de você vender mais são maiores.

      E por fim, para vender produtos complementares, é importante que você faça isto de maneira natural. Sem ser invasiva demais. Por exemplo: Se um cliente pedir para experimentar um terno, já traga um ou dois cintos que combinam e mais uma ou duas gravatas. E diga algo mais ou menos assim: Pra que o senhor tenha uma exata noção de como este terno vai ficar no casamento que o senhor está indo, eu trouxe estes cintos e estas gravatas para completar o conjunto. E depois que ele experimentar o terno e dizer que ficou bom, pergunte: E a gravata e o cinto, ficaram bons também?

  38. caro amigo tenho ainpresão que vc nunca piso em um salão de vendas vc é extremamente teórico mas na pratica as coisa em uma loja de varejo é diferente da atenção para um cliente que não vai compra é ótimo para fazer amizades mas não paga as contas indica cliente para o comcorete isso não existe si vc não tem o que o cliente busca arume a coisa mais próxima que vc tem e faz ele quere ela e si filtre ods pescoços ao máximo so fasem vc perde tempo e pescoço é ´pescoço não sai nada

    • Leandro Branquinho

      Wanderson, você tem razão em dizer que tenho muita teoria. É verdade. Eu estudo muito sobre vendas.

      Mas pode ter certeza, eu aprendo muito mais no dia-a-dia com os clientes porque leio e estudo muito. É isso mesmo que você leu. Eu atendo clientes quase todos os dias de minha vida. Sou palestrante de vendas mas não deixei de ser vendedor. Visito clientes e recebo clientes pelo menos 3 vezes por semana e nos outros dias, o contato é por telefone ou outros meios digitais. O que está aqui em meu blog é a soma das duas coisas. A prática e a teoria.

      Para que eu possa te ajudar, se é que você quer ajuda, me diga exatamente qual é a sua dificuldade ou o que exatamente você acredita que é só teria e que não dá pra aplicar em um salão de vendas.

  39. para vender não tem segredo e não tem como ensina vc sabe ou não sabe vc tem que esta atento a cada palavra que o cliente fala cada palavra que ele diz é um sinal de cada caminho que vc deve seguir na negociação vc também tem que esta atentop acada palavra que vc diz sempre pensa como si fosse o cliente antes de dizer qualquer coisa oussa muito e pense muito e não tenha medo não se intimide seja ousado criativo e acima de tudo inteligente si veja como o cliente si coloque no lugar dele pense como ele

    • Leandro Branquinho

      Ué Wanderson.
      Você disse que não tem segredo, mas você mesmo cita alguns destes “segredos”.

      “Estar atento a cada palavra que o cliente fala” – Não é todo mundo que sabe e faz isto. Você concorda?

      “Pensar como se fosse o cliente” – Taí um dos grandes segredos de vendas. Muita gente fala que tem atender como você gostaria de ser atendido. Ao pensar como se fosse o cliente, você irá atendê-lo não como você gostaria de ser atendido e sim como ele gostaria de ser atendido.

      Você disse “Não se intimide”, Mas para não se intimidar é necessário estudar os produtos, a empresa, técnicas de vendas e comportamento do consumidor.

      Wanderson, seu comentário (este e o anterior) tem um tom de desprezo ao que escrevo. Talvez eu tenha escrito alguma coisa que te incomodou. Apesar de seus pensamentos não serem muito organizados, dá pra perceber que você entende sobre vendas. Garanto que se você prestar um pouco mais atenção no que outras pessoas ensinam sobre vendas conseguirá se desenvolver ainda mais.

      Grande abraço!

    • Wanderson vitor aprenda a usar virgula e melhore seu portugues, porque quase não deu pra respirar lendo seu comentario

  40. Bom dia Leandro.

    Pretendo um dia trabalhar por conta, e gostei muito das dicas do seu site.

    Continue assim e que Deus te de muitos anos de vida com muita saúde, para que você possa continuar a ajudar o proximo.

    Parabéns.

  41. Ola leandro,td bem.gostei das dicas me ajudou muito.Gostaria que vc me ajudasse,o meu problema e o seguinte:Trabalho em uma empresa super popular como vendedora de moveis..vender produtos pra mim nao esta sendo o problema, o meu problema e ter que vender seguros tipo garantia este ndida,seguros de casa etc na parte de eletronicos estava me dando muito bem,pois acho mais facil vender a garantia de uma tv do que um guarda roupa…eu sei que nao e dificil mas estou tendo algumas dificuldades,vc poderia me ajudar me dando algumas dessas suas dicas infaliveis.por favor abrçs.

    • Leandro Branquinho

      Priscila, vou pensar em alguma coisa.
      Mas a princípio, eu também teria dificuldades em vender garantia estendida de móveis. Penso como você. Vender garantia estendida de equipamentos eletrônicos é fácil porque não é difícil perceber a necessidade de ter esta garantia.

  42. olá, eu tenho 18 anos e nunca trabalhei, estava pensando em tentar pegar um trabalho de vendedor, será que eu consigo trabalhar de vendedor sem ter trabalhado antes? e quais as dicas que você pode me dar pra me torna um bom vendedor?

    • Leandro Branquinho

      Marcus, sim. Você pode conseguir trabalhar como vendedor sem nunca ter trabalhado antes. Mas suas chances serão maiores se você começar um curso de vendas imediatamente. Assim, no seu currículo você poderá colocar que está fazendo um curso de vendas. Isto facilitará a sua entrada no mercado de trabalho e te colocará a frente de muita gente que nunca fez nenhum tipo de curso.
      Se alguma empresa não te admitir, não desanime. Receber “nãos” faz parte do dia-a-dia do vendedor.

      Grande abraço.

  43. Olá, incríveis dicas Leandro mais ainda tenho umas dúvidas…
    Tenho dezoito anos e gerencio uma loja de roupas(da família) ela fica sob minha responsabilidade durante a tarde, embora toda e qualquer decisão passa pela supervisão da minha mãe, mas toda a parte criativa da loja(vitrine, atendimento, contato com clientes) e minha… Além disso atendo clientes, gerencio entrada e saída do caixa, e tenho que avaliar a vendedora que trabalha conosco… Mudamos para um ponto melhor a um mês, porém as vendas não condizem com o ponto… Sinto que estou, apesar de todo esforço, cometendo algum erro… Peço a sua ajuda! Como treinar a balconista da loja? Gerenciar a loja num geral?

    • Leandro Branquinho

      Henrique, parabéns por assumir a responsabilidade de gerenciar a loja de sua família.
      Tenho duas coisas para te dizer.
      Uma: Nem sempre, um ponto que a gente imagina ser bom, faz com que mais clientes entrem na loja. É preciso cuidar de todo o conjunto de marketing. Bons produtos, com preço que o cliente esteja disposto a pagar e uma boa promoção, ou seja, uma boa divulgação em mídias tradicionais e mídias virtuais.

      E a segunda coisa que tenho para te dizer é: Pare de chamar sua vendedora de balconista. Balconista é um nome antigo que se dava aos profissionais que simplesmente tinham que ficar atrás de um balcão e atender o pedido do cliente. Hoje em dia, isto não funciona mais. Profissionais que trabalham em lojas devem ser chamados de vendedores e para treiná-los existem diversas formas. Na internet existem muitos artigos e nas livrarias existem muitos livros. E dentro da própria loja, vocês podem fazer simulações de vendas com perguntas freqüentes que os clientes fazem. Através destas simulações, vocês podem se preparar para dar as melhores respostas. E lembre-se que a função principal de um vendedor é fazer com que o cliente tome a melhor decisão pra ele (cliente) e assim, contribua para aumentar a lucratividade da empresa.

  44. Lamentável os comentários do Wanderson, e surpreendente que mesmo ele afirmando não haver segredos tendo ele visitado este site, sinal que ele tem alguma dúvida não e ?
    Este e um espaço incrivelmente rico para aprendermos e não vejo outra atitude de qualquer um senão somar, compartilhar experiências e informações…médicas construtivas e não deste modo como foi feito pelo Wanderson.

  45. Olá Leandro, tudo bom?
    Olha só, adorei cada dica que vc deu, especialmente para estratégias de venda. Estou praticamente fechando a compra de um ponto de loja feminina, porém com um pouco de receio.
    Eu sempre quis ter o meu próprio negócio, e eu acho que, o que eu posso fazer de melhor, é vender roupas feminina, pq gosto muito de moda. Já venho pensando nisso há algum tempo, mas nunca tive coragem por não saber direito por onde começar.
    Acontece uma amiga me ofereceu a loja, pois a mesma esta com dificuldades financeira por ter feito escolhas erradas e se descapitalizou totalmente. Ao passo que agora não tem como investir em mercadorias e tbm esta com o nome sujo, não consegue fazer compras. É uma loja de bairro, voltada para o público de classe média. Ela e uma outra amiga irão me acessorar no que for preciso. Não é uma rua de muito movimento, mas ela tinha uma ótima clientela qdo a loja tinha variedade. Acontece que o ponto esta queimado como se diz, pq esta praticamente vazio. A minha dúvida é: Vou conseguir trazer a clientela de volta? O que devo fazer?
    E quais dicas vc pode me dar para um bom planejamento? Estou um pouco perdida, pois apesar do medo, tenho que decidir logo. Pois corro o risco de ela vender para outra pessoa. Me ajuda por favor!!
    Um abraço!

    • Leandro Branquinho

      Maria Lucia, este seu receio é justificável.
      Pelo que você está contando, parece um investimento arriscado.
      Dá para trazer a clientela de volta. Mas como a rua não é movimentada, isto será possível desde que você tenha muitas amigas e/ ou desde que tenha dinheiro para investir em propaganda para recuperar estas ex-clientes (ou ainda atrair novas).
      Esta história de o ponto estar queimado pode realmente ser um problema até que alguém mude a fachada, mude a decoração e o nome da loja.
      Na verdade, você não corre o risco de ela vender a loja para outra pessoa.
      Quem corre o risco, é sua amiga de não conseguir vender a empresa e perder mais dinheiro.
      E quem também pode correr o risco é a pessoa que comprar a loja se não tiver nenhuma experiência no ramo e se não tiver dinheiro o suficiente para fazer uma transformação em um ponto queimado.

  46. Oi Leandro, obrigada por me responder. Legal me ver aqui na sua página, rsrs
    Então…realmente como sempre vc tem toda razão, quem corre o risco de não vender a loja é ela, e eu por querer comprar sem experiência.
    Ainda assinamos o contrato de compra e venda, pq estou cuidando da parte burocrática da locação, mas continuo interessada e encantada com a loja, mas o receio, claro continua.
    Em relação as mudanças, de fachada, nome e decoração, tbm tinha pensado nisso, inclusive com ideias bem bacana. E assim, muitooo dinheiro, não tenho, mas acho que da para montar a loja e deixar tudo bem legal. Tão espero o retorno de imediato, pois sei que isso demora um tempo. A princípio, não vou sobreviver da loja, pois tenho a renda do meu marido e algumas economias. Experiência realmente não tenho, mas amigas do ramo estão me auxiliando. Na verdade estou comprando apenas as instalações, não vou ficar se quer com o CNPJ. Inclusive este é outro receio tbm, pq descobri que algumas empresas só fornecem para um CNPJ com pelo menos um ano, exceto se a compra for a vista. Me programei para a primeira compra a vista apenas. Mas acho que o CNPJ dos proprietários atuais, não vai ajudar pq esta sujo. Me dar uma luz de novo. Acha que devo desistir? Estamos quase fechando…Tbm estou falando do meu sonho. Me ajuda!!

    • Leandro Branquinho

      Maria Lucia, se é o teu sonho, não desista.

      Se realmente quer muito, tenho certeza que encontrará as melhores soluções para atrair clientes.

      Bota pra quebrar!

  47. VOU TRABALHAR EM UMA LOJA DE TELEFONIA DA OI, GOSTARIA DE SABER COMO ATRAIR OS CLIENTES POIS NÃO PODE ABORDAR NA PORTA, A GERENTE FALOU QUE A LOJA ESTA RUIM DE VENDAS, E TRABALHAREI COM METAS COMO CUMPRIR ESSAS METAS SE NÃO TEM CLIENTE?

    • Leandro Branquinho

      Jéssica, peça recomendação para os clientes que entram e compram, peça recomendação para seus amigos e familiares. Utilize o Facebook para dizer para as pessoas sobre as novidades.

      Mas preste atenção, nunca, NUNCA, marque os seus amigos nas fotos e nos comentários para fazer propaganda. Chame-os por mensagem. Um a um. Comece uma conversa pelo bate-papo e explique o que está fazendo na loja e sobre as novidades.

      🙂

  48. Ops…Quis dizer que ainda não assinamos o contrato*

  49. Ola Leandro,sou marceneiro e,montei minha marcenaria a mais ou menos 2 anos,no comeco as coisas iam muito bem, mas de uns meses para ca nao tenho feito vendas lucrativas e o pior e que eu pago aluguel e tenho funcionarios.Os clientes atuais estao procurando outros marceneiros apesar de eu ter um bom acabamento,prazo de entrega em dias e acima de tudo trata-los muito bem!Oque me sugere,me ajuda por favor!obrigado!

    • Leandro Branquinho

      Joelson, se não tem feito vendas lucrativas, talvez o motivo seja um destes dois:

      1-Você não está cobrando o preço que deveria. Está cobrando pouco e os clientes não estão percebendo o valor que você está oferecendo (acabamento, prazo e bom tratamento). Solução: Cobre mais caro e deixe claro o valor que entrega.

      2-Você é um ótimo marceneiro mas não consegue fazer uma boa proposta de vendas. Solução: Contrate um bom vendedor e ofereça uma boa comissão.

  50. ola obrigado pela dica anterior ,agora eu sou vendeddora de consorcio tenho que fazer varios argumento para o cliente entender que e bom plano …vc teria algumas ideia pra mim ,pois nao e facil nao

    • Leandro Branquinho

      Erika, para o cliente comprar, você não precisa de muitos argumentos. Você precisa dos argumentos certos.

      E sabe como você descobre quais são os melhores argumentos?
      Fazendo perguntas.

      Se for consórcio de carro, pergunte.
      -Como é que o senhor vai para o trabalho?
      -Como é que a senhora leva seus filhos na escola?
      -Conta pra mim, qual foi a última vez que vocês viajaram em família?

      à partir das respostas para perguntas como estas, você utilizará o melhor argumento de vendas.

      Por exemplo:
      Imagine a felicidade de sua esposa ao saber que o senhor foi sorteado com um carro e agora poderá levar seus filhos na escola….

      😉

  51. Boa tarde;

    Acabo de abrir uma franquia de roupas infantis em um shopping no qual existem mais duas lojas do mesmo segmento.Como faço para aumentar significativamente minhas vendas?

    • Leandro Branquinho

      Juliana, Existem diversas formas de aumentar as vendas.
      Como você acabou de abrir a franquia, não tente inventar promoções e técnicas mirabolantes.
      Peça ajuda a empresa franqueadora. O que uma boa franquia tem de melhor é a experiência. Franqueadores sérios já testaram algumas ações e sabem o que dá certo e o que dá errado. Pra quem está começando, existem basicamente dois caminhos:

      1-Buscar novos clientes
      e 2-Vender mais para os clientes que entram na loja.
      Para buscar novos clientes, utilize a campanha de marketing que a franquia está utilizando.
      Para vender mais para os clientes que entram na loja, peça treinamento para o seu franqueador.
      Caso, o franqueador não tenha um bom programa de treinamento, é seu papel como franqueado fazer esta exigência.

  52. Olá Leandro, bom dia!
    Tenho lojas de roupa feminina, e estou sofrendo muito em conseguir boas vendedoras, gostaria de saber como fazer para atrair um bom profissional e montar uma boa equipe, pois as pessoas que consigo a maioria não tem experiência ou já trabalhou mais tem pouca técnica de venda e acabam desanimando e com isso o resultado pra a empresa a caba sendo negativo. O que fazer nesse caso?

  53. Olá Leandro, trabalho como promotor de uma empresa e minha função é vender serviços e cartões. Só que a maioria das pessoas são inadimplentes e acaba sendo negado, outras dizem já tenho, outros são apressados e não fazem o bendito cartão. Embora eu seja simpático, trato todos bem, ofereço e insisto, quando vejo que o cliente está decidido a não obter eu o deixo a vontade para comprar. Como posso captar mais pessoas para fazer o cartão da loja? Ou será que essa área precisa-se mesmo de muita paciência e o pior são as metas que preciso alcançar para manter o emprego. É muito difícil. Se puder me ajudar eu fico muito grato… Desde já o parabenizo por todas as postagens… Todas Super legais…

    • Leandro Branquinho

      Júlio, um dos autores de vendas que mais gosto é o Jeffrey Gitomer. Em seu livro, A Bíblia de Vendas, logo na primeira página, ele escreve assim:
      “Quero dedicar este livro e dar um “Obrigado” especial a todos os compradores e clientes potenciais que me disseram “Não”.

      Este é um dos livros de vendas mais vendidos no mundo. Agora pense bem, por que será que o autor decidiu começar o livro falando isto?

      Eu imagino que é porque a cada “Não” que o cliente diz, você tem a oportunidade de aprender e se aperfeiçoar.
      Isto se você perguntar o porquê. Quando um cliente te disser “não”, Persista. Se mais uma vez ele disser “não”, diga algo mais ou menos assim:
      Ok, tudo bem, mas conte pra mim, por que exatamente o senhor não quer?
      Ouça com atenção. Dependendo da resposta, você poderá argumentar e conseguir convencê-lo. Mas não existe mágica. Alguns clientes simplesmente não vão comprar porque não estão convencidos de que ter um cartão é algo positivo.
      Não desanime e aprenda alguma coisa com cada “não” que você receber.

      Grande abraço.

  54. Olá Leandro!
    Suas dicas são bastante construtivas!
    Eu trabalho atualmente como vendedora em uma framquia de bijouterias e o nosso produto é bastante sofisticado e muito bem aceito por nossas clientes. Acontece que a maioria dessas clientes possuem maior poder aquisitivo e confesso que me intimido um pouco em atendê-las e, às vezes, tenho dificuldade na abordagem, em como quebrar o gelo. Preciso saber como conquistar essas clientes sem ser invasiva e assim, aumentar minhas vendas, pois trabalhei em uma outra loja de bijouterias onde não aprendi nada sobre técnicas de vendas e o atendimento lá era totalmente informal. Por favor, me ajude!

    • Leandro Branquinho

      Te ajudo com prazer. Você tem toda razão. O atendimento em uma loja mais requintada deve ser diferente de uma loja mais humildade. O motivo é muito simples. A maneira como as clientes se comportam é muito diferente. Em uma loja com produtos mais em conta, o atendimento informal não só é bem aceito como é mais recomendável. Já em uma loja em que os clientes tem o poder aquisitivo maior, se você fizer uma abordagem muito informal, vai espantar as clientes. Para abordar suas clientes, faça assim:
      “Oi bom dia. Está procurando alguma coisa em especial?”
      “Olá, boa tarde. Seja bem-vinda.”
      “Boa noite”
      Bom, mas estas frases também servem para uma abordagem informal, não servem?
      Claro que servem.
      Não importa se sua cliente é classe A, B, C ou D.
      Todas as pessoas querem ser atendidas por seres humanos e não por robôs que decoram uma frase de abordagem.
      Não importa a classe social. Todas as pessoas merecem ser tratadas com dignidade e respeito.
      A única diferença não será nas palavras que você vai utilizar. A diferença será em sua postura.
      Para vender produtos mais requintados, seja um pouco mais formal, mas faça isto com naturalidade.
      Para vender produtos mais simples, seja um pouco informal, mas faça isto com naturalidade.

  55. Dae Cara!
    Estou começando com o ramo de revendedor…
    Queria saber como faço para apresentar meus produtos de forma pratica e convincentes…
    Como chego no estabelecimento do cliente e falo dos meus produtos de forma educada e simpática…

    Se puder me ajudar..Abração!!

    • Leandro Branquinho

      Pedro, não chegue no estabelecimento do seu cliente falando dos seus produtos.
      Chegue em cada um de seus clientes potenciais falando sobre as empresas deles.
      Sabe como você faz isto? Pesquisando.
      Antes de visitar uma empresa, pesquise o nome dela no Google.
      Acesse a página no Facebook.
      Dê uma boa olhada na vitrine.
      À partir destas observações, você poderá ter assunto para conversar com o seu cliente.
      Por exemplo:
      “Senhor cliente, vi em seu site que estão ampliando a empresa e vão trabalhar com esta nova categoria de produtos. Bacana demais. Revendo um produto que pode te ajudar”
      ou ainda
      “Senhor cliente, acabei de ver uma matéria na internet sobre um prêmio que o senhor ganhou, vim aqui, pessoalmente para te dar os parabéns. À propósito, revendo estes produtos que tenho certeza que seus clientes irão gostar.”
      Mas lembre-se que bons vendedores e bons representantes comerciais são especialistas em ajudar clientes e não especialistas em apresentar produtos.
      Um grade abraço.

    • Leandro Branquinho

      Resposta, não chegue no estabelecimento do seu cliente falando dos seus produtos. Chegue em cada um de seus clientes potenciais falando sobre as empresas deles. Sabe como você faz isto? Pesquisando. Antes de visitar uma empresa, pesquise o nome dela no Google. Acesse a página no Facebook. Dê uma boa olhada na vitrine. À partir destas observações você poderá ter assunto para conversar com o seu cliente.
      Por exemplo:
      “Senhor cliente, vi em seu site que estão ampliando a empresa e vão trabalhar com esta nova categoria de produtos. Bacana demais. Revendo um produto que pode te ajudar”
      ou ainda
      “Senhor cliente, acabei de ver uma matéria na internet sobre um prêmio que o senhor ganhou, vim aqui, pessoalmente para te dar os parabéns. À propósito, revendo estes produtos que tenho certeza que seus clientes irão gostar.”
      Mas lembre-se que bons vendedores e bons representantes comerciais são especialistas em ajudar clientes e não especialistas em apresentar produtos.
      Um grade abraço.

  56. Querido,é incrivel mas todas as dicas que você deu,eu coloco em ação! Sem nunca ter lido isso,me senti uma otima vendedora! Trabalho com moveis planejados,e sei que para serum bom vendedor precisamos ter um diferencial .

  57. Boa noite Leandro,
    Vou começar a trabalhar numa loja de roupas infantis em um shopping, e como nunca trabalhei com vendas nem atendimento ao público, estou insegura. Mas quero me tornar uma excelente vendedora, por isso peço algumas dicas em como abordar e bons argumentos para serem usados.
    Desde já agradeço

    • Leandro Branquinho

      A melhor maneira de abordar um cliente em uma loja é recebê-lo como se fosse um amigo ou um conhecido em sua casa.
      Imagine que você está na sua casa. A campainha tocou, você abre a porta e um conhecido seu. Você diz:
      “Pois não?”
      Tenho certeza que não.
      Alguém de sua família bater em sua porta. Você abre a porta e diz
      “Posso te ajudar?”
      Claro que não.
      Você diz: “Olá”. “Oi, tudo bem?”, “Seja bem-vinda”
      Não é assim? O sua abordagem para alguém conhecido é natural e espontânea. Em seu trabalho deve ser da mesma forma.
      Você pediu alguns argumentos para vender, eu acredito em coisa. Bons vendedores não tem bons argumentos. Bons vendedores tem boas perguntas.

      Em uma loja de roupas infantis eu perguntaria:
      “É para algum parente?” – “É menino ou menina?” – “Quantos anos ele(a) tem?” – “Está procurando algum modelo ou tipo de roupa mais específico?”
      É claro que você precisa conhecer os produtos da loja, mas lembre-se disto. O seu papel é ajudar suas clientes a tomarem a melhor decisão. E isto se faz com perguntas inteligentes.

  58. Leandro, boa noite.
    Gostaria muito da sua ajuda, segunda feira vou começar em um novo trabalho como assistente de vendas, vendas internas, a empresa tem um segmento de produtos de higienização, eu nunca trabalhei com vendas e estou me sentindo muito insegura. O que eu faço? eu quero ser bem sucedida nessa função, a empresa dá oportunidade de crescimento e vou ter vivência com marketing e pra mim isso é bom porque faço faculdade de marketing. Você tem algum conselho para me dar para que eu possa me acalmar rsrs. Estou um pouco ansiosa e quero que tudo dê certo. Desde já agradeço a sua atenção. Boa noite!

    • Leandro Branquinho

      A única forma de sentir segurança em um trabalho é ter conhecimento com experiência. Como você vai começar em seu emprego, não tem nenhuma coisa, nem outra. É absolutamente natural este friozinho na barriga. Inclusive os melhores profissionais, de vez em quando também tem este medinho. Porque sabem que não podem se acomodar e que precisam estar constantemente aprendendo sobre suas profissões. Você disse que a empresa dá oportunidade de crescimento. O que é ótimo. Mas a sua primeira preocupação não deve ser os cargos e salários que poderá alcançar. A sua primeira preocupação deve ser aprender tudo que uma assistente de vendas precisa fazer. Assim você se sentirá mais calma e segura para quem sabe subir de cargo.

  59. Boa Tarde. Primeiramente obrigada pelo post, muito esclarecedor, mais ainda quando fiz a leitura dos comentários e adorei a forma como você respondeu cada dúvida.
    Sou empresária, tenho uma loja de calçados em um bairro nobre em Ribeirão Preto, há um ano mantive a loja com uma marca de franquia desconhecida, tive muitos problemas com a franquia, um deles é o fato dela ser insustentável, sempre fechando o mês negativo, o que resultou em fechá-la, porém, acredito no meu trabalho, no ponto comercial que estou criando nesse um ano, nos trabalhos de divulgação etc, então vamos continuar com a loja no mesmo lugar alterando identidade e o perfil (loja calçados multimarca). Ainda estamos nesse processo de mudança, já estou há 30 dias em liquidação, e mesmo com os produtos da franquia pela metade do preço minha funcionária ainda tem dificuldade de vender para clientes que entram e dizem não gostar de nada.
    Ela disse que a maior dificuldade dela é fechar uma venda quando a cliente já entra falando que está com pressa, que veio só olhar ou que não gostou de nada.
    Entendo que por sermos uma loja de rua com vagas na porta, se uma cliente estacionou o carro e escolheu “perder um tempo” na minha loja, é porque ela quer comprar alguma coisa. Tenho acessórios, cintos, carteiras, servimos café, bala, água, enfim, tenho tudo para que a vendedora consiga fazer o melhor atendimento, mas o que a impede de segurar um cliente com essas indicações acima.
    E claro se puder me dizer algo sobre a mudança da loja e como você acredita que podemos melhorar nosso cenário de negativo para positivo no fim do mês, agradeço muito. Desculpe o texto grande! Abraço.

    • Leandro Branquinho

      Aparentemente, você está fazendo tudo certo. Talvez falte um pouco de técnica de venda para sua funcionária. Quando um cliente diz que está com pressa, pode ser que ele esteja pensando o seguinte:

      1-Não vi nada que me interessa, então vou pra outra loja.

      2-Não gostei dos preços, vou procurar em outra loja.

      3-Gostei tanto da loja que nem vi o tempo passar. Tenho que ir embora. Tô com pressa.

      A única forma de descobrir qual destes motivos é fazendo perguntas inteligentes.
      Por exemplo:

      -Teve alguma coisa que a senhora gostou?

      -Qual modelo mais gostou? Mostre pra mim que eu trago rapidinho para o senhor experimentar.

      -Aproveite que o senhora já está aqui, já estacionou o seu carro. Assim vai economizar mais tempo e não precisará voltar. Qual modelo mais te chamou a atenção?

      É papel da vendedora persistir um pouquinho. Só assim ela saberá o real motivo. E caso o cliente não queira dizer, poderia pelo menos tentar pegar o celular e o e-mail para que possa avisar a cliente das novidades e das mudanças que está fazendo na loja.

    • Leandro Branquinho

      Aparentemente, você está fazendo tudo certo. Talvez falte um pouco de técnica de venda para sua funcionária. Quando um cliente diz que está com pressa, pode ser que ele esteja pensando o seguinte:
      1-Não vi nada que me interessa, então vou pra outra loja.
      2-Não gostei dos preços, vou procurar em outra loja.
      3-Gostei tanto da loja que nem vi o tempo passar. Tenho que ir embora. Tô com pressa.
      A única forma de descobrir qual destes motivos é fazendo perguntas inteligentes.
      Por exemplo:
      -Teve alguma coisa que a senhora gostou?
      -Qual modelo mais gostou? Mostre pra mim que eu trago rapidinho para o senhor experimentar.
      -Aproveite que o senhora já está aqui, já estacionou o seu carro. Assim vai economizar mais tempo e não precisará voltar. Qual modelo mais te chamou a atenção?
      É papel da vendedora persistir um pouquinho. Só assim ela saberá o real motivo. E caso o cliente não queira dizer, poderia pelo menos tentar pegar o celular e o e-mail para que possa avisar a cliente das novidades e das mudanças que está fazendo na loja.

  60. Sou um desenvolvedor de sistemas.
    Faço sistemas para lojas com acesso ao Facebook.
    Meu publico alvo são serviços para lojas.
    Não sou vendedor, como poço expor o meu produto para as lojas?

    • Leandro Branquinho

      Raphael, procure aprender sobre funil de vendas e recompensas digitais.

      Atualmente, eu vejo este como o melhor caminho para o seu segmento.

  61. Olá Leandro! Tudo bem?

    Sou dono de uma loja de roupas na minha cidade, é a única do ramo: Roupas masculinas e de marcas confiáveis.
    O problema que tive que “abandonar a loja” aos cuidados de minha mãe/sócia enquanto estives fora estudando. Em função dela ter parado de investir em marketing e contratou péssimos vendedores, a loja tem fechado no vermelho ultimamente (ultimos 5 meses). Optei pela estratégia de liquidar a loja inteira a preço de fábrica para sanar as dívidas e estou pensando em “refazer” a loja. Criar um novo nome e logo, reformular móveis e tudo mais, começar do zero. Só que pra fazer isso ficarei sem capital de giro.
    Sinto que a loja do jeito que está e com o nome atual não irá mais para frente.
    O que me sugere?
    Obrigado pela oportunidade de postar minha dúvida.

    • Leandro Branquinho

      Sugiro que você siga com o seu plano de reformulação.

      Existem muitas possibilidades:
      -Economize uma grana para fazer as mudanças
      -Busque um sócio.
      -Busque um investidor.
      -Faça um financiamento.
      -Peça dinheiro emprestado para familiares.

      Não existe uma resposta certa.

      Existem possibilidades.

      Depende de você encontrar e avaliar qual é a melhor.

      Grande abraço e sucesso.

  62. Boa noite ! Adorei ler as suas dicas, e confesso que cometo 1 ou 2 erros que enunciou, pois estou a trabalhar numa loja à muito pouco tempo.
    Eu sou simpática com os clientes, muitos deles já me disseram o mesmo e que ficaram muito contentes com o meu atendimento, estou sempre com um sorriso, digo sempre bom dia, dou espaço para eles verem, e quando passa um tempinho, não muito, eu dirijo-me ao cliente e tento ajuda-lo, só que há clientes muito difíceis, e alguns deles quando dizem ”’só estou a ver” eu não sei mais o que fazer e digo ”esteja à vontade” e depois não sei como abordá-los outra vez, e passado um pouco vão embora, mas se eu for tentar ajudar pareço demasiado chata, visto que ele não quer ajuda. já perdi algumas vendas por causa disso, e tenho mesmo de aumentar as minhas vendas, por favor se me puder ajudar agradecia imenso !

    • Leandro Branquinho

      Muitos brasileiros passam pela mesma dificuldade que você está tendo na Europa. É natural que os clientes digam “Só estou a ver”. Aqui, eles dizem, “só estou dando uma olhadinha”.
      E quando você diz “esteja à vontade” ou “fique à vontade”, a mensagem que você passa é que só está ali para vender e não para ajudar.
      Quando o próximo cliente te disser: “Só estou a ver”, responda. “Procura algo em específico?”
      ou então : Ótimo. Temos muitos produtos para o senhor ver. O que exactamente estás a procurar?”
      Quando os clientes disserem que só estão a ver e você persistir um pouquinho, a maioria te responderá e assim, você terá mais chances de vender.
      Mas não existe mágica. Uma ou outra pessoa, responderá novamente. “Não. Só estou olhando” (só estou a ver) Para estas, não responda “Esteja à vontade”. Responda assim:
      Meu nome é Inês e estou a disposição sua”

      Se não te pedirem ajuda, retorne e pergunte: “Encontrou o que estavas a procurar?”

  63. Boa noite Leandro!!

    Conforme havia comentado, fechei a compra do ponto da loja de roupas feminina.
    Mudei a fachada, as cores da loja, decoração e fiz as compras. Mas ainda não recebi a maior parte. Receberei tudo na segunda quinzena deste mês. Esta linda! E eu muito ansiosa . Inauguração marcada para dia 30. Alguns fornecedores me ofereceram brindes para sorteio no dia da inauguração e tudo. Mas tenho algumas dúvidas: Qual a melhor forma de divulgar a inauguração? Carro de som funciona? Ontem fiz página na face e comecei a divulgar. A antiga proprietária me passou contatos das clientes. De que forma devo entrar em contato? TEL? E-mail? Convites? Com quantos dias de antecedência? E outra coisa, o espaço físico da loja é pequeno, por isso não sei direito o que fazer na inauguração. São muitas dúvidas neh? rsrsrs Vc pode me ajudar?
    No Aguardo: Maria Lúcia

    • Leandro Branquinho

      Maria Lúcia, parabéns.

      Vamos as suas dúvidas.
      Carro de som é ótimo se o seu público for mais humilde.
      A página no Facebook também é muito bacana. Mas tente estabelecer um relacionamento com as pessoas. E jamais, jamais, marque seus potenciais clientes nas fotos e nos comentários. A não ser que seja algo muito específico que algum cliente lhe pediu.
      Aproveite os contatos dos clientes e faça telemarketing. Faça uma ligação em tom mais natural possível dizendo que a direção mudou mas que gostaria muito que aquela pessoa fizesse uma visita para conhecer. Depois mande um sms confirmando a data.
      Como o espaço é pequeno, a inauguração não precisa ser feita em apenas um dia.
      Convide de 80 a 100 clientes por dia.

  64. Boa tarde Leandro!!

    Comecei a trabalhar em uma loja de roupas à dois meses..e estou com muitas dúvidas!!
    Por exemplo: Qual a melhor maneira de abordar um cliente no momento que ele entra na loja? já que a frase: em que posso ajuda_lo é ultrapassada.
    Tenho dúvidas de como agir quando o cliente ja entra na loja com um look definido em seu pensamento..e eu não tenho aquelas peças que ele imaginou, eu devo mostrar todas as outras peças disponíveis na loja?
    Muitas das vezes o cliente não permite muito dialogo..o que fazer nesse caso?
    A loja em que trabalho é da família..qual é a melhor maneira de alavancar as vendas??estamos a dois anos no comercio de roupas..fazer ofertas e liquidações é interessante? ou parece ser uma maneira desesperada de vender?
    Estar sempre postando coisas nas redes sociais é uma boa maneira? certo ?
    quando vou comunicar que chegaram peças novas, devo marcar o nome das clientes? ou isso é incômodo?

    • Diana, a maioria de suas dúvidas já foram respondidas aqui nos comentários.

      Portanto, escolhi uma pergunta que você fez pra responder. Ok?

      “Quando vou comunicar que chegaram peças novas na loja, devo marcar o nome das clientes no Facebook?
      ou isso é incômodo?”
      Não. Você não deve marcar suas clientes nas fotos, nem nos comentários.
      O Facebook é uma rede social. Isto significa que é um lugar para as pessoas conversarem. É um lugar para as pessoas se relacionarem.
      Dá pra fazer propaganda e falar das peças novas que chegarem na loja?
      Claro que dá.
      Mas se você só fizer isto, se tornará uma chata e aos poucos suas clientes vão te excluir, bloquear ou deixar de seguir suas postagens.
      Eu sugiro 3 passos para ter sucesso em redes sociais
      1-Ajude suas clientes.
      Faça uma postagem com uma dica de moda, com uma dica sobre o que usar para ir na festa que acontecerá neste final de semana, postagens que mostram como combinar cores, ou simplesmente postagens sobre cuidados ao lavar roupas.
      2-Estabeleça um relacionamento
      Comente as postagens de suas clientes e curta as fotos que você achar mais bonitas
      e
      3-Venda ou faça propaganda de suas roupas em particular. Depois de seguir com os 2 passos anteriores, chame a pessoa para conversar no bate-papo e aí sim, mande uma foto de uma peça de roupa que você acha que aquela pessoa vai gostar.
      Lembre-se, redes sociais são para se socializar e não para só fazer propaganda.

  65. Suas dicas sao ótimas, me ajudou muito
    Obrigada

  66. Olá,obg pelas dicas. sou gerente de uma rede de lojas e estava procurando uma forma de exprimir aos meus funcionários seus pecados após ler seu documentário fiz uma reunião com todos eles e os informei sobre seus pecados mtos se identificaram com todos daí então foram se corrigindo.Hoje Sr. Leandro tenho uma equipe formada de GRANDES vendedores.
    Atenciosamente,

    • O único problema que estou passando agora é com publicação,minhas lojas tiveram uma queda de vendas por conta de uma certa compra errada de calçados a marca trouxe mtos defeitos com isso manchei o nome de minhas lojas. há 2 meses tento levantar elas mas está sendo mto difícil, gostaria q me desse dicas além de carro de som,panfletagem,outdoor,locutor porta de loja de td isso já fiz. agradeço desde já sua atenção.

      • Leandro Branquinho

        Graziety, uma vez, vi uma situação parecida com uma outra loja de calçados. Sabe qual foi a solução que eles encontraram?

        Fizeram um coquetel de lançamento (na própria loja) de uma nova coleção.
        Telefonaram para todas as principais clientes e para todas as que haviam reclamado ou feito alguma troca nos últimos 180 dias.

        Funcionou.

    • Leandro Branquinho

      Que legal receber este depoimento. Graziety. Muito obrigado.

  67. Bom dia Leandro, ótimas dicas.
    Sou de SP e trabalho com Marketing e E-commerce… Mas aqui na empresa temos um problema, nossa gestão não quer saber de investimento nessa área, a gente sempre tenta bolar ações pra mudar, mas somos poucos funcionários, e uma gerência “mão de vaca”, pois o faturamento aqui é alto. Gostaria de dicas suas.

    • Leandro Branquinho

      Matheus, como trabalha com marketing e e-commerce, sugiro que você estude um pouco sobre funil de vendas e recompensas digitais. É possível trazer bons resultados com pouquíssimo ou nenhum investimento.

      Desde que você mostre alguns resultados primeiro é mais fácil convencer um gestor a destinar uma verba para o projeto.

      Estou estudando o assunto para, em breve, produzir um material aqui no blog.

  68. Olá Leandro, Boa tarde ! Vou começar à trabalhar em uma loja de calçados e lá existem muitos Vendedores.Gostaria de saber como me dar bem nas vendas, já que a venda e de quem atende o cliente primeiro, pois lá vou receber salario por comissão. E também saber como não criar conflito com os colegas de trabalho sobre esse assunto.

    • Em algumas lojas, os vendedores ficam em fila esperando os clientes. Ficam praticamente na porta. Eu não gosto muito deste formato porque intimida boa parte dos clientes. Mas se a loja que você for trabalhar utilizar este método, é só respeitar a fila e ser gentil com os colegas de trabalho.
      O formato que eu mais gosto é implementado em diversas lojas, a fila existe, mas ela é invisível. Todos os vendedores sabem de quem é a vez e o cliente não percebe isto. Se a loja que você for trabalhar utilizar este formato, a minha sugestão é que você se mantenha ocupado. Não fique como uma cobra esperando para dar o bote. Arrume a vitrine, ajeite as prateleiras, acerte os cadarços, mas mantenha-se atento para quando for a sua vez. Isto na verdade é uma técnica. Se você se mantiver ocupado, mais clientes vão pedir sua ajuda. Provavelmente, você, como cliente, já fez isto sem perceber. Um vendedor te abordou na porta da loja, você respondeu que estava só dando uma olhadinha e segundos depois, você pediu ajuda para um outro vendedor que estava ocupado dentro da loja.
      E existem as empresas em que a fila não existe. É cada um por si. Se a loja em que você for trabalhar utilizar este formato, perceba primeiro como é que os outros vendedores fazem. Vendedores veteranos muitas vezes passam na frente e tomam clientes de novatos, jamais discuta ou reclame sobre isto na frente de cliente. Mas fique esperto para ser mais rápido na próxima vez.
      Este é o formato que eu menos gosto. Se não houver muita amizade, o clima costuma ser tenso. Mas como está começando o seu trabalho, eu sugiro que você se adapte. Aprenda como é que a empresa funciona e depois que já estiver mostrando bons resultados, sugira para seu gerente a implementação de um formato menos selvagem.
      Mas não se engane, um salão de vendas não é um lugar para vendedores fazerem pic nic.

  69. Nome *Gilmar Santos

    Olá, Leandro muito bom seus ensinamentos, sou Consultor de Vendas há 10 anos, aprendi a trabalhar na profissão e dela conquistei meu carro e minha faculdade entre outras conquistas, recentemente fui contratado por uma empresa do ramo varejista e somos em 7 consultores, sendo 3 mulheres e 4 homens, dentre eles existe um homem e uma mulher que se destacam nas vendas, eu cumpro o meu dever, sempre bato as minhas metas e vou além do que foi solicitado. Porém a loja é dividida por setores e cada um é responsável por organizar e preço ficar a sessão o qual lhe foi atribuída, esses dois que se destacam nem sempre cuidam da sessão deles,não sabem trabalhar em equipe e sao individualistas, eles passam o tempo todo só pras vendas e abordam mais clientes que os demais. O Gerente já percebeu a situação mais nao chama atenção e os demite pois são os melhores em vendas, eu sei que se eu ficar só pra atender e nao cuidar da minha sessão irei vender proporcionalmente a mesma quantia que eles, porém eu não consigo ver a loja bagunça da é vou lá e arrumo as vezes até a sessão deles, pois as vezes preciso mostrar um produto e tem que estar apresentável ao cliente. Sempre fui elogiado por meu serviço,estar tratando deixo de ganhar mais pois estar tratando sou fazendo a minha parte e a dos outros. Final do mês, todos bateram suas metas mais os dois se destacaram pois ficaram em primeiro e eu que bati a minha meta é ainda arrumei a loja nem um obrigado recebo, as vezes fico stressado com a situação, pensei em pedir conta e procurar outro emprego. O que seria correto,agir como os dois? pedir conta?ter outro estilo de trabalho? deixar a loja bagunçada e ir vender assim como eles? me ajude. desde ja agradeço.

    • Gilmar, Nada disso.
      Não peça conta.
      Não mude o seu estilo de trabalho.
      Não deixe a loja bagunçada
      E não tente se igualar a eles.
      Você disse que sempre bate as metas, você disse que arruma a loja para atender bem os seus clientes.
      Este é o seu diferencial. Não mude quem você é para tentar se igualar a outras pessoas. É ótimo receber elogio do chefe e um obrigado dos colegas de trabalho, mas um elogio de um cliente satisfeito, pra mim, vale muito mais.
      Se você vende bem, bate suas metas e se os seus clientes gostam de você, seja feliz com isto.

  70. Boa tarde Leandro, gostaria de sua opinião nas vendas consignadas. Pois tenho uma empresa que repassa kits de semi jóias, já fui excelente vendedora, representante comercial e parti para meu próprio negócio consignando mercadoria. No entanto, meu caixa tem ficado no vermelho, que não estou conseguindo injetar mercadoria nova. Mas sei que o meu atendimento, não deixa a desejar e a mercadoria é boa.
    E, como vc aconselha, conheça a mercadoria, conheço há quase 20 anos e sei bem sobre a mercadoria, tanto que fabrico algumas coisas.
    Achei seu site procurando sobre como encontrar vendedores para revenda.
    Para assim, colocar sangue novo mês a mês.
    Já tenho anúncio em lojas de bairros, na internet também. Só não tenho site, pq agora as vendas estão muito fracas e o caixa tá no vermelho. Estou com medo de que o dinheiro que entrar, eu tenha que por na mesa ao invés de investir.
    Aguardo seu conselho, obrigada.

    • Rita, não arrisco uma opinião porque quando o caixa está baixo, o motivo pode não ser apenas uma.

      Só uma dica:
      existem diversas formas de vender pela internet sem ter um site.
      Olx
      Mercado livre
      Etsy
      e até mesmo pelo Facebook.

  71. paulo roberto santana

    ola Leandro , eu tenho uma pequena loja de cosméticos e perfumaria junto com um sócio , estamos a quase 2 anos só pagando contas , começamos sem praticamente nenhum dinheiro , na base da raça e da vontade mesmo , ainda não atingimos o nivel que esperamos , mais eu sei que é uma questão de tempo pra isso acontecer , não temos capital de giro nenhum !! mas agora estamos terminando de pegar as contas , estamos administrando melhor , estamos conseguindo juntar um capital e trabalhar em cima dele , precisamos aumentar muito o nosso volume de mercadoria e a variedade também , gostaria de mais dicas , nesses dois anos tivemos muitas experiências negativas , então obtivemos conhecimento !!!

    • Leandro Branquinho

      Paulo, as experiências negativas só são boas quando aprendemos alguma coisa com elas.

      Lembre-se do que deu errado e o que pode fazer para que não tenha que enfrentar os mesmos percalços.

      Para mais dicas, continue acompanhando o blog.

      Quase todo dia tem postagens novas.

      Abraço

  72. tenho comercio a 25 anos…o negocio é simples…entrar pra comprar ou pra encher o saco? eu só vendo pra quem quer comprar, quem entrou pra fazer hora com a cara ou pra ficar mexendo em tudo boto pra correr..

    • Leandro Branquinho

      Eric, eu tenho um amigo que diz que bons vendedores são bons em julgar os clientes. São bons em perceber quem vale a pena e quem não vale a pena atender. É um conceito um pouco forte. Em alguns mercados, verdadeiro. Mas independente disto, todas as pessoas merecem ser tratadas com dignidade e respeito.

      Abraço

  73. Gente você é o CARA rsrsrs quantas dicas… Ameiiii e gostaria muito que me desse uma luz , vendo pela internet produtos importados, e quero saber como faço para vender sempre? Vender mais? Estou em dúvida se abro uma loja física de roupas feminina! Aguardo anciosa suas dicas.

    • Leandro Branquinho

      Claudia, são negócios completamente diferentes.
      Em uma loja física, você precisa ter um cuidado muito especial com a localização, o ponto de venda, vitrine, merchandising, atendimento etc.

      Para continuar vendendo na internet, procure aprender mais sobre Facebook ads, Google ads e Iscas digitais.

  74. Parabéns pelo artigo e obrigado pelas dicas, que Deus te abençoe mais e mais!

  75. Olá Leandro, gostaria de ajuda pois estou entregando meus currículos para várias lojas de roupas, quero muito trabalhar na temporada de Natal. Por gostar de moda, por querer ganhar dinheiro, por querer trabalhar. Mas nunca tive experiência nenhuma em trabalho algum, tenho 19 anos e ainda não trabalhei. Sou uma pessoa simpática, mas tenho dúvidas sobre como tenho que me comportar com um cliente. Poderia me dar algumas dicas para me dar bem nessa minha primeira experiência?

    • Claro, Marina.
      Com o maior prazer.
      Antes de te dar uma dica sobre como vender mais e melhor, vou te dar uma dica de como se comportar em uma entrevista de emprego. Fale exatamente o que você me disse. Que gosta de moda, que quer ganhar dinheiro e que quer trabalhar. Quem contrata vendedores adora escutar estas coisas. Se você, estudar um pouco sobre técnicas de vendas já poderá compensar sua falta de experiência.
      Agora para vender mais e melhor, é importante que você descubra qual é o gosto de seus clientes. Gostar de moda, já é um ótimo começo para trabalhar em uma loja de roupas. Mas por mais que você entenda de marcas e tendências, você conseguirá vender mais se entender o que exatamente seus clientes buscam na loja.
      Quem entra em uma loja de moda, raramente está atrás de uma roupa. A pessoa compra uma roupa, mas na verdade, tem gente que está comprando bem estar, outras pessoas compram a expectativa de melhorar a auto-estima, outras compram a vontade de causar uma pontinha de inveja nas amigas e algumas pessoas que entram em uma loja de moda, compram roupas, mas no fundo, no fundo, estão comprando a esperança de conseguir beijar na boca.
      E como é que você descobre o que exatamente a pessoa quer comprar?
      Fazendo perguntas inteligentes.

  76. Olá, estou começando com um novo negócio aqui na minha cidade (cascavel-PR) SÃO VENDAS DE ANÚNCIOS….acontece que fiz uma ótima proposta para um cliente em potencial e estou aguardando o retorno dele. Só que estou anciosa para saber se ele vai fechar comigo ou não. Quero saber se devo ligar para saber sua decisão ou se vou pessoalmente na empresa. E ainda, como devo me pronunciar neste momento! ( me pediu prazo até hoje)
    Obrigada

  77. Olá leandro tudo certo?bom estou com o seguinte problema trabalho em uma loja de vendas de eletronicos trabalho junto com 3 vendedores mais um deles ultimamente tem sido aquele tipico fominha quer correr em cima de clientes que já estão sendo atendidos de vendas que já foram fechadas e isso me frusta um pouco porque você atende o cliente consegue fechar negocio ai vem outro vendedor e fica com sua comissão não é legal o maior problema é que a vendedora em questão é filha da dona da loja e reclamar não adianta você poderia me ajudar a ter uma saida que para resolver meu problema .Amo o serviço que tenho não quero sair dele mais não quero ficar chatiado com ele.
    grato pela a ajuda

    • Henrique, vou te dar duas sugestões.
      A primeira:
      Chame a vendedora para conversar, elogie o entusiasmo que ela tem, mas peça para que ela fique um pouco mais atenta para ver ser outro vendedor já está atendendo aquele cliente.
      Um vendedor precisa vender para receber a comissão, mas também precisa colaborar para que o clima na loja não fique ruim.
      E a segunda sugestão que te dou é:
      Chame a dona da loja e sugira para que estabeleçam o sistema de rodízio, este sistema também conhecido como fila ou “vendedor da vez”.
      Um cliente entrou na loja, o vendedor 1 é o responsável por atendê-lo, um outro cliente entrou na loja, agora é a vez do vendedor 2 e assim por diante. Este sistema funciona muito bem quando existe colaboração e respeito entre os vendedores. Ou seja, mesmo aplicando o sistema de rodízio, uma hora ou outra, você terá que ter uma conversa franca com a vendedora fominha.

  78. Nossa !!! Adoreiii
    O Leandro responde todo mundo rsrsrsr top de linha..
    adoro atender, acho que o atendimento e faço de tudo pelos meus clientes!!!

  79. Olá trabalho como vendedor ,e no shopping onde eu trabalho não a movimento algum ,raramente entra 2 clientes por dia ,e minha gerente me faz levar 3 a 4 sacolas cheias de roupa na casa das clientes, e não possu-o carro ,tenho que ir de a pé ,ela pode fazer isso? eu não sou somente pago para trabalhar dentro da loja? ou eu deveria ganhar uma remuneração? ou de jeito nem um ela pode fazer eu sair da loja a não ser de livre espontânea vontade !

    • Leandro Branquinho

      Para responder esta pergunta eu pedi ajuda de um escritório de contabilidade. Quem me atendeu foi a Talilian da Soma Contabilidade.
      A resposta que tive foi a seguinte:
      “Existe uma classificação brasileira de ocupações, a CBO, e se a pessoa foi contratada como vendedor não significa que terá que efetuar vendas somente dentro da empresa. A loja pode, sim, pedir para que ele leve as sacolas, porém dependendo da distância deve disponibilizar vale transporte ou veículo.”

      Eu complemento da seguinte forma. Meu amigo, se você foi contratado como vendedor, a sua função é vender. Você não é pago para trabalhar dentro da loja. Você é pago para trazer lucratividade para empresa. Isto não está escrito em sua carteira de trabalho. Mas assim que é. Se não gosta de ir até a casa de suas clientes, telefone pra elas, adicione estas pessoas em suas redes sociais. Faça com que elas tenham vontade de comprar contigo. Mais importante do que receber o seu salário é entender de onde ele vem. Ou seja, se os clientes não entram na loja e se você não leva as roupas até suas clientes, adivinha quem vai ficar desempregado?

  80. Ola leandrinho,comecei a ser vendedor esse mes e nao tenho nocao alguma dessa area,eu cometo quase todos erros de um vendedor. Mais cometo porque nao sei nada da area ou nao sou para esse tipo de servico ou tenho que ter um preparo antes de seguir essa carreira. Porque tem dias que vendo uma quantia especifica e minima que a empresa pedi fiko feliz. Mais tem dias que nem cheno no minimo,e isso mi dar um desanimo total me si to mal acho que nao sou para esse ramo. Mi de um co selho para poder mi ajudar no meu desempenho.

    • Bruno, sim.
      Posso te dar dois conselhos.
      Primeiro conselho:
      Aprenda tudo que você puder sobre o produto que você vende, sobre a empresa que você trabalha, sobre a concorrência e principalmente sobre o seu cliente. Como ele gosta de ser atendido, o que ele irá fazer com o produto que compra em sua empresa etc
      Segundo conselho:
      Desenvolva sua habilidade de fazer perguntas. Bons vendedores são bons em fazer perguntas. Dizem que vendedor tem que ter lábia. Mentira. Vendedor tem que saber fazer as perguntas certas e entender como irá ajudar seus clientes
      Terceiro conselho:
      Tenha um propósito, estipule metas pessoais. Estas metas precisam ser desafiadoras, mas alcançáveis, estas metas precisam ser específicas e precisam de um prazo para que você as cumpra. Tendo bem claro um motivo para trabalhar você não se desanimará fácil
      Você me pediu um conselho.
      Eu disse que daria 2 conselhos
      E até agora, já te entreguei 3.
      O conselho número quatro é:
      Escute o que seu cliente pede, prometa menos do que pode entregar, e ao entregar mais do que ele pediu, seu cliente ficará muito agradecido e com vontade de te indicar mais clientes.

  81. Olá Leandro!

    Vou começar a trabalhar como vendedora de móveis e não tenho nenhuma experiência na área. Mas estou bem motivada a conhecer mais essa profissão. Por gentileza, gostaria de receber alguns conselhos, por onde devo começar na loja e com os clientes? O que posso estar estudando para poder me destacar na empresa? Existem cursos e se sim onde posso estar me capacitando? Obrigado!

    • Eliane,
      Na loja, você deve começar estudando os produtos disponíveis no showroom. De que material é feito, com o que combina e produtos que são complementares.
      Com os clientes, você deve começar fazendo perguntas para entender exatamente o que eles estão procurando.
      Por exemplo, se algum cliente pedir para ver um sofá, pergunte:
      -Qual o tamanho da sua sala?
      -Como são os móveis que você já tem na sua sala?
      -Quantas pessoas moram contigo?
      -Prefere um modelo mais clássico ou mais moderno?
      Para você se destacar na sua empresa, basta fazer bem-feito o básico.
      Pouquíssimos vendedores se dedicam de verdade a fazer o que precisa ser feito.
      Ou seja, conhecer profundamente os produtos que vendem e ter uma vontade imensa de ajudar seus clientes a encontrarem a melhor solução.

  82. Leandro,

    super legal o seu blog. Gostei muito das perguntas e das respostas. Pena existir um ou outro indelicado com comentários desnecessários, mas faz parte. Como um bom vendedor e instrutor que é, sabe tirar de letra.

    Bom, gostei tanto que resolvi te pedir umas dicas, ideias.
    Fui convidada a ser coordenadora de vendas. Meu trabalho é com os representantes. Vendemos roupa masculina, feminina e infantil.
    O foco é qualificação de atendimento, com ênfase no feminino. Nosso produto é excelente. O feminino já teve seus altos e baixos, mas estamos na quarta coleção com um estilista novo que revolucionou a marca.
    Estou na empresa a menos de um mês. E pretendo fazer a diferença. Qualificar esse atendimento, tantos nos showrooms quanto quem faz mala. Atendemos o Brasil todo. Quero que a venda do feminino cresça na mesma proporção do masculino. Temos tudo para isso. fato que o histórico ruim do passado faz com que a rejeição exista e a alguns clientes recusem a voltar a vender feminino. Sendo assim temos que obviamente prospectar novos clientes. Mas quero muito resgatar os antigos. Temos um produto lindo, de qualidade e preço de mercado. Nem barato, nem caro. no valor que realmente deve ser. Se você tiver alguma dica, ideias atendimento em vendas no atacado, ficarei agradecida.
    no mais sucesso e parabéns pelo trabalho.

    • Olá, Ina.

      Sim, posso te dar duas sugestões.

      Uma – Já que existe uma rejeição pelo feminino, crie uma nova marca. Uma marca só com roupas femininas. Aproveite que agora tem um novo estilista e mude também a marca, a identidade visual etc. Quem sabe assim, a rejeição desapareça.

      Duas – Busque outros representantes. Boa parte dos representantes comerciais tem mais facilidade em vender feminino do que masculino. Se o problema é a venda do feminino, talvez esteja com os representantes certos para vender masculino e errados para vender feminino.

      Grande abraço e sucesso pra você

  83. Suas palavras nesses 10 pecados foram otimas para mim que trabalho em uma empresa muito grande, depois que lii todos esse pecados fiz a diferença na empresa .. parabens o senhor e otimo obrigado…*-^

  84. Sou um vendedor adoro o que fasso adorei essa profissão obrigado pelas dixas

    • Legal, Marcelo.

      Volte mais vezes.

      • Olá, Leandro Branquinho tudo bem, você poderia me dar algumas dicas de vendas que pudesse me ajudar a abrir clientes de lojas, estou começando a vender cintos de couros femininos atacado e vejo que quando vou entrar nas lojas a uma restrição das pessoas em passar contatos de compradores para que possa marcar visitas e mostrar meus produtos eu também já ando com uma bolsa com umas amostras dos cintos que vendo estou no caminho certo? Chegando nas lojas, e já procurando as pessoas responsáveis para que possa entrar em contato, também já vou dando uma olhada nos produtos que eu vejo e procuro filtra os preços e qualidades fico agradecido desde já pela oportunidade e os toques que vem dando sobre as uma das profissões mais antigas do mundo.

  85. Olá! Adorei seu post, é meu sonho ser uma grande vendedora e tentar conquistar os clientes, suas dicas vão me ajudar muito, pois estou pesquisando agora e logo vou começar a enviar meu currículo para o primeiro emprego. Obrigada por compartilhar seus conhecimentos :>

  86. Oi Leandro, tudo bem?
    Vou começar a trabalhar numa loja de cosméticos, e se não for pedir muito, eu gostaria que você me desse dicas de como devo abordar os clientes que entrarem na loja, quais perguntas devo fazer, pois quero fazer diferente do que as vendedoras já fazem lá. Desde já agradeço, e parabéns pelo seu trabalho.
    Abraços.

    • Leandro Branquinho

      Nada é mais bonito do que um sorriso espontâneo e um “Oi, tudo bem?”

      Simples e natural.

      Se algum cliente (a minoria) não falar nada, pergunte:
      -O que exatamente você está procurando?
      -É pra você mesmo?

      😉

  87. É mais um desabafo, espero que não seja motivo de ódio contra mim os meus relatos:
    Sinceramente, de todas essas dicas dadas neste Blog, NUNCA vi NENHUM vendedor ou comerciante ter a mínima boa vontade de fazer uma delas em toda minha vida, 99% me atendem como se estivessem me fazendo um grande favor, gritam comigo, viram as costas, e ainda dizem, não gostou vai comprar em outro lugar!!! Quando reclamo com os gerentes , ou eles também me viram as costas, ou dizem que vão falar com o sujeito que me atendeu mal, porém se o cara me dá um esporro na frente de todo mundo, acho que ele também merece levar bronca do chefe na frente de todo mundo, mas esse maldito coitadismo que reina no brasil do “”pobre trabalhador indefeso maltratado pelo cliente malvado da elite branca escravagista””, não permite que o chefe de uma branca quando eles fazem M. , senão ainda levam processo no ministério do trabalho, por assédio moral… rsrsrs… sendo assim, fazem cada vez pior a cada dia que se passa, até onde eu era cliente já a 4 anos me tratam com pouco caso e arrogância, acho que uma das grandes desgraças na vida de uma pessoa é ser obrigada a entrar em lojas pra comprar o que precisa, se eu tivesse grana sobrando eu pagaria uma pessoa pra entrar nas lojas e comprar pra mim, e eu nunca mais entraria em nenhuma, pois seria o único jeito de não me aborrecer, tenho dois processos na justiça contra 2 lojas uma por agressão moral e outra por agressão física mesmo, a ainda tiveram a petulância de abrir processo contra mim também, mesmo eu tendo todas as provas contra eles. Em que país do mundo essas dicas daqui do blog são usadas???? No Brasil não é de jeito nenhum, os vendedores e comerciantes PISAM, literalmente PISAM nos clientes como se fossem insetos que precisam ser esmagados, como se fossem seus piores inimigos, eu acho até que a porcentagem de lojas falidas no Brasil é baixa, em relação as maus tratos e humilhações extremas aos clientes, o detalhe é que sempre pago tudo a vista, comigo é tama lá da cá, talvez se eu fosse 171 que chega de conversinha mole eu fosse melhor atendido, como muitos que conheço, outra coisa terrível é a falta de troco, se você chega numa loja sem dinheiro, você não compra, e se você chega com “dinheiro em excesso” você também não compra, já perdi a conta de quantas vezes cheguei com dinheiro nas lojas e me disseram que não iam me vender porque não tinham troco, e dizem isso da forma mais tosca e agressiva possível, daí eu pergunto: Será que eu sou obrigado a andar com cartão correndo risco de sequestro relâmpago!!! só pra satisfazer os caprichos de comerciantes, que me tratam como se eu fosse um criminoso?

    • Acho que me estendi demais acima, mas tentei ser o mais resumido possível no relato, esses 10 pecados dos vendedores, podem facilmente ser multiplicados por 1000, como não querer dar troco, não querer atender por não gostar da cara do cliente, ou por não gostar da roupa do cliente, ou não querer atender porque brigou em casa antes de ir pra loja, ou berrar com o cliente, é muito comum também se recusarem a fazer entrega a mais de 1 km de distância! Exatamente, delivery só pra vizinhos de preferência “parede com parede” , então eu pergunto: Porque DIABOS me entopem de cartões prometendo entrega em casa???????!!!! quando digo que moro a 2,5 km do local da loja??? Sendo que gasto 300 Reais pro mês de ração, e ainda me ESNOBAM!!! acham que é muito longe pra entregar, só entregam com hora marcada e com muiiiiiita antecedência, e mesmo assim a duras penas. Se eu encomendar galão de água de 20 litros numa padaria, e pedir pra me entregarem 10 pães na mesma viagem, é um drama do outro mundo, dizem que NÃO PODE, do modo mais tosco possível, como se estivessem me dando água, pão e me pagando, tudo de presente, porque DEMÔNIOS não pode se eu gasto um dinheirão comprando com eles frequentemente??? eu não deixo nem 5 centavos de gorjeta quando fazem entrega, porque NÃO merecem, atendimento execrável! e uma das coisas mais NOJENTAS quando se entra numa loja é quanto me chamam, de “meu amigo”, meu querido”, meu patrão”, chego a espumar de ouvir esses deboches! Trocar produto com defeito? Deus me livre!!! acho que me matam se eu tentar, é mais seguro ficar no prejuízo!

      • Leandro Branquinho

        Quanto revolta, Rafael.
        Não me conte em qual cidade você mora.

        Sinceramente, acho difícil tanta desgraça ter acontecido com uma única pessoa.

        A não ser que você esteja falando de todas as pessoas que já te atenderam mal em toda a sua vida.
        Só posso supor duas coisas. Ou você é muito rancoroso ou é a pessoa mais azarada com vendedores que eu já tive notícia.

        • Olá Leandro, acredite ou não, é tudo verdade, conforme eu disse é mais um desabafo mesmo, e talvez, até meus relatos sirvam pra vc elaborar mais dicas, as dicas que li no blog realmente são ótimas, mas ninguém segue, até porque as lojas estão num nível muito mais agressivo e primitivo, falando um português claro, ninguém entende nada que você aconselhou, ou então distorcem, na minha humilde opinião, essas dicas seriam pra lojas civilizadas, ( só conheci 2 a vida toda, e nem gosto de elogiar senão estraga) , entenda o que vou dizer, não é questão de ser muito azarado, o caso é que tenho noção dos meus direitos e deveres numa compra, mas infelizmente 90% das pessoas não tem essa noção, já vi muito vendedor dizer que só vende pra quem ele quer, e todos os clientes ainda apoiaram, ou seja, nem o vendedor, nem os clientes tem a menor noção de nada, o povo acha normal chegar com dinheiro numa loja e o vendedor se recusar a atender, inclui-se principalmente comerciantes que em geral são mais agressivos que os vendedores, por isso você não vê as pessoas contando casos como os meus, porque a população acha normal, mas eles são extremamente comuns, eu também tinha dúvida se era só comigo, mas me convenci que não, dê uma olhada no programa patrulha do consumidor, com o Celso Russomano, e poderá comprovar que o que acontece comigo é muito mais comum do que se imagina, e acontece com muita gente ( independente de quem gosta ou quem odeia o Celso), o que aparece no programa é verdade, o Celso com a lei em mãos, mostrando a falha da loja, e ainda assim os lojistas enfrentam e ameaçam ele em plena rede nacional, agora imagina um cliente sozinho dentro de um loja? Muitas lojas eles ficam com paus e cabo de vassouras escondidos atrás dos balcões pra dar no cliente que reclamar de algo, já cansei de ver eles fazerem isso e digo que acontece, não é coisa da minha cabeça, mas com assaltantes eles não fazem isso, é impossível não ser rancoroso, sendo honesto, pagando tudo em dia e ainda ser agredido, só porque não vão com a sua cara, ou querem descontar em você, algo que você não tem culpa nenhuma, sou mal atendido em quase todo lugar, contei apenas nos últimos 5 anos, se eu realmente pudesse, contrataria uma pessoa pra comprar as coisas que preciso, pra eu não ter que entrar mais em lojas, pois tenho muito trauma, e já perdi a saúde por causa disso, tudo isso me deixou doente pra valer, ultimamente estou preferindo engolir a seco os desaforos, do que fazer valer meus direitos, eu nem mencionei, quando fui pagar uma xérox de 10 centavos, dando uma nota de 5 reais, além deles não terem troco, ainda fizeram maior escândalo, dizendo que eu estava dando prejuízo, acredite ou não, tudo isso por causa de DEZ CENTAVOS, numa papelaria no Irajá RJ, em Madureira RJ é um inferno, se você estiver dentro de uma loja já comprando e der a hora exata de fechar, eles te expulsam agressivamente e não te vendem!! mesmo se você já estiver com o produto na mão pronto pra pagar! e não é só no subúrbio, uma vez uma “senhora” (com a educação do nível de um pivete), enfim, uma “senhora” numa loja em Copacabana, ORDENOU que eu saísse da loja dizendo que já ia fechar, eu acho que quem vai fechar a loja, tem que fechar as portas concorda? senão as pessoas entram mesmo pra comprar, ninguém adivinha que uma loja de portas abertas está fechada, é muito contraditório, seria até cômico se eu não tivesse sido enxotado que nem um rato de esgoto, e se acontecer de esquecerem a porta da loja aberta, e façam questão de não vender mais nada, pedir desculpas ao cliente é o mínimo que se pode fazer. Não é só na capital, no interior do RJ também já passei por maus bocados, como vivo em duas cidades por razões pessoais, posso dizer, na cidade grande eles atendem mal, pois estão confiantes que se você não voltar, outros fregueses virão, e em cidades menores atendem mal, porque sabem que você tem poucas opções de loja e acabará voltando mesmo.
          Pode acreditar que sim, muita desgraça acontece com uma pessoa, tenho 33 anos, se eu for mal atendido 10 vezes por ano, o que acontece muito mais vezes, mas em 10 vezes por ano, dos meus 18 anos até agora, dão 150 vezes de mal atendido… rsrs
          Mais uma vez eu digo, são só desabafos, estou doente por causa disso, não só por isso, por outras coisas pessoais também, mas os maus tratos constantes em lojas, contribui muito pro meu declínio de saúde, sabe como encontrei o blog? Estava procurando como é o atendimento nas lojas dos EUA e Canadá, uma vez ouvi um brasileiro que mora lá disse que é ótimo, sempre é muiiito bem atendido, então fiquei curioso se era verdade ou não, porque não acreditei muito, mas não achei nada a respeito ainda, e acabei encontrando o Blog, 10 pecados dos vendedores, e dei meus depoimentos, sei que são pesados, e horríveis de ver, mas são pura realidade.

          • Leandro Branquinho

            Acredito em você Rafael.
            Mas se foi mal atendido 10 vezes no ano, quantas vezes o atendimento foi médio, bom ou excelente?

            Aposto que a balança vai pesar mais para o lado positivo.

            De toda forma, ,concordo contigo que tem muito pangaré por aí.

            Abraço

  88. Leandro! Bom dia!

    Encontrei esta sua matéria, super sem querer! Sou proprietária de uma loja de Iluminação em Santa Catarina (estou no meu terceiro ano, o ano do ‘Ou vai ou racha!’) e estava em busca de informações para adicionar na minha reunião semanal com meus funcionários e fiquei super feliz em poder colocar em pauta os ‘pecados dos vendedores’.

    E, aproveitando o comentário, gostaria de saber se tens alguma sugestão de vídeo, texto.. qualquer coisa que sirva de motivação para eles. Tem dias que tenho vontade de dar uma pílula de auto estima para cada um deles, mas isso não existe!

    Obrigada pela sua atenção e parabéns pelo artigo.

    • Leandro Branquinho

      Mariana, estou preparando um curso on-line sobre “Como motivar vendedores”. Ficará pronto já, já. Te passo o link por e-mail.

      Abração.

  89. Leandro,

    Boa tarde, é a segunda vez que acesso seu site, e sempre fico muito contente com o que leio, com essa interatividade sua com as dificuldades de colaboradores e micro empresários.

    Caro, montei uma loja de Multimarcas no centro comercial da minha cidade e não posso reclamar, pois mesmo com toda dificuldade que esse ramo traz, estamos indo bem.

    Gostaria de saber, sobre algumas técnicas de vendas para consumidor final “varejo” sem acarretar custos extras a loja. Pois minha loja fica dentro de uma galeria pouco movimentada, a mesma até tem uma ótima estrutura, banheiros, estacionamento, galeria é climatizada, mesmo assim, as pessoas não sentem vontade de utiliza-la. Com isso, estou pensando em usar algumas estratégias para atrair mais clientes, mais queria fazer isso consciente que não estou levando prejuízo ou deixando de ganhar em alguma parte, nem que seja novos clientes.

    Espero que tenha entendido minhas duvidas, aguardo ansiosamente pelo seus comentários.

    • Leandro Branquinho

      Johnny, entendi seus questionamentos em parte.
      Você não está fazendo nenhuma pergunta específica, para responder, eu teria que gravar um curso completo.
      Rs
      Me deu várias ideias.

      Vou te dar duas sugestões
      1-Nos comentários deste texto, tem várias técnicas de vendas para varejo e que não acrescentam custos a loja.

      2-No botão “rádios” aqui do lado no site tem vários áudios com técnicas e ideias para atendimento e vendas no varejo.

      Um abraço.

      • Leandro,

        Obrigado pela resposta, irei acessa e pesquisar um pouco mais nesse tópico.

        Já que trocamos experiências, gostaria que se possível pudesse me auxiliar na gestão de colaboradores.
        Pois o tópico é sobre vendedores, mais creio que a maioria desses “tantos” que utilizam técnicas antigas e abordagens fracas seria por falta de informação e capacitação. Tenho isso em mente, mais como tenho que administras a empresa e de mais coisas que nela são agregadas, acabo ficando escarço meu tempo e não consigo aplicar essa capacitação. Hoje tenho apenas uma funcionária que devido ao baixo movimento de clientes e de vendas, está indo de mal a pior, suspeito até que ela esteja querendo sair da loja, mais está esperando que à demita. Gostaria de algumas dicas sua que eu possa utilizar para motivar a mesma, dar o famoso “UP”.

        Aguardo seus cometários.

        Abs.

        • Leandro Branquinho

          Se não consegue capacitar sua equipe, você não está sendo um bom líder.

          Bons líderes são aqueles que orientam.
          É impossível motivar uma equipe se ela não sabe o que você espera.
          Se você não sabe ensinar, peça ajuda. Contrate alguém que saiba.

          É impossível motivar uma equipe se você não mostra como é que cada pessoa pode fazer o seu trabalho melhor.

          Você perguntou como poderia motivar sua equipe. Mas ao invés de responder esta pergunta e vou te dar uma outra dica.

          Antes de motivar sua equipe reveja o seu estilo de liderança.
          Eu acredito que para ser um bom líder, primeiro você precisa orientar, depois cuidar para que o clima na empresa seja bom e por fim, você precisa cobrar.

          Mas não é coerente cobrar se você nem ao menos tem tempo para ensinar.

  90. OLÁ LEANDRO
    EU TRABALHAVA DE AJUDANTE DE MONTADOR EM UMA LOJA DE MOVEIS PLANEJADOS, SÓ QUE AGORA ESTOU HÁ TRÊS MESES TRABALHANDO COM VENDAS ,SOU MUITO INSEGURA MUITO ATRAPALHADA ATE NO MOMENTO NÃO VENDI NADA .ESTAVA VENDO SUAS DICAS E SÃO BEM EFICAZ,O QUE EU FAÇO ME AJUDE .QUERO MUITO UM DIA SER UMA BOA VENDEDORA.OBRIGADO

    • Leandro Branquinho

      Rosilene.
      Você agora vende móveis?
      Se sim, tenho certeza que já entende um pouco do produto que você vende.
      Você precisa agora conhecer um pouco mais sobre o seu cliente.
      A melhor maneira de conhecê-lo é fazendo perguntas.
      Por exemplo:
      -O senhor prefere um guarda-roupas mais clássico ou mais moderno?
      -Qual é a cor do seu quarto?
      -Como a senhora gostaria que fosse a sua sala? Mais elegante ou mais aconchegante?

      Perguntas assim, farão com que você descubra um pouco mais os gostos do seus clientes.
      Com as respostas para estas perguntas, você estará mais preparada para saber exatamente o que oferecer.

      Bota pra quebrar!

  91. Bom dia Leandro. Tudo bem?
    Tenho 29anos. Nunca trabalhei com vendas. Mas dizem que nunca é tarde demais para aprender algo novo.
    Hoje vou deixar Curriculum nas lojas da cidade. Escolhi esse trabalho pq preciso me envolver mais com as pessoas.pois sou simpático, falo bem etc. Apenas tenho q me soltar mais. Mas isso vou aprendendo aos poucos
    Gostaria de dicas como agir? Já que é minha primeira vez e dá aquele friozinho na barriga.
    Que fazer para agradar e ser um bom vendedor?
    O que fazer para não fazer errado nos primeiros dias?
    para nao fazer feio.
    O que fazer pra Me soltar mais?
    Me ajuda pfv.

    Bgdo que Deus te abençoe

    • Leandro Branquinho

      Realmente, algumas coisas podem ser aprendidas independente da idade. Mas a primeira dica de vendas que você precisa assimilar é que pra ser um vendedor não basta ser simpático e falar bem. Sim, é importante se soltar. Mas mais importante do que isto é mostrar interesse em ajudar seus clientes. E para isto, é necessário saber ouvir. Antigamente, para ser vendedor bastava apenas ser simpático e falar bem. Hoje, você só conseguirá ser um bom vendedor se aprender a fazer perguntas inteligentes. É através de boas perguntas que você demonstra interesse. É através das perguntas que o seu cliente vai se soltar. E fazer perguntas é diferente de fazer um interrogatório. Estabeleça um sintonia. Tente falar no mesmo tom de voz que seus clientes e mostre interesse quando estiverem respondendo as suas perguntas. Se seguir estas dicas terá um bom início em vendas.

  92. Wanderson Barbosa Lima

    Olá, trabalho como representante comercial à três anos, fiz uma entrevista de representante comercial para uma franquia odontológica(que não é minha área) e no final da entrevista me pediram para vender o produto para ela, uma simulação, me sentir despreparado e acabei falando coisas nada a ver, minha pergunta é, neste caso, entendo que não existe formula mágica, mas tem alguma dica, algum modelo, alguma forma para passar nesta etapa de forma mais eficaz e eficiente?

    • Leandro Branquinho

      Wanderson, quando o entrevistador faz este tipo de pergunta, ele está mais interessado em perceber a sua criatividade ou como você lida sobre pressão.

      A dica é: Antes de participar de uma entrevista para o cargo de vendedor, entre no site da empresa. Aprenda um pouco sobre o produto que eles vendem. Assim, quando alguém fizer esta pergunta, você estará melhor preparado que a maioria das pessoas.

  93. Ola. Lenadro
    Eu comecei trabalhar nunha loja de moveis e eletros faz mais de um mes…
    Queria muito atrair mais os clientes e aumentar as vendas
    Tbm queria uma dicas de como bolar una promoçao pra atrair clientes

  94. Olá Leandro! Gostaria muito da sua ajuda, estou buscando uma oportunidade como Supervisora de Crédito, na qual já tenho experiência, mas hoje o mercado está muito forte na venda de produtos financeiros, gostaria de dicas de como poderei vender mais, quais tecnicas poderei usar para dominar esse mercado e passar para minha equipe.
    Um abraço e muito obrigada.

    • Leandro Branquinho

      Olá, Luciene.
      Para dominar qualquer mercado, não basta ter somente as técnicas.
      É também necessário ter a atitude de querer sempre aprender mais e querer sempre conquistar novos clientes.
      Para responder esta sua pergunta seria necessário um curso completo.
      Como não tenho um curso específico sobre venda de produtos financeiros (e não conheço quem faça), sugiro que dê uma boa navega aqui no site e encontrará muitas técnicas que podem ser adaptadas para o seu negócio.
      Grande abraço.

  95. Olá Leandro! Adorei suas dicas!! Sou gerente comercial e gostaria de algumas dicas de como fazer com que meus vendedores se interessem mais em aumentar suas vendas, e saiam da famosa rodinha? Atualmente minha loja tem tido um crescimento de 30% com relação ao ano passado, no geral todos batem suas metas, mais sinto que poderíamos ir mais além se deixássemos as rodinhas de lado. Acontece que faço reuniões, treinamentos e dou feedback sempre que necessário. O que posso fazer para melhorar isso? E para aqueles que já conversei mais de três vezes, será que preciso ser mais dura?

    • Olá, Hevellyn.

      O que exatamente é uma rodinha?
      Quando você definir isto, ficará mais fácil diminuir o impacto negativo que estas aglomerações causam nas vendas.

      Uma vez fui chamado para dar treinamento de atendimento e vendas para um rede de lanchonete/restaurantes
      Uma das coisas que a proprietária queria eliminar eram as rodinhas (principalmente atrás do balcão). Sabe como resolvemos? Estabelecemos um padrão de comportamento. Nenhum atendente poderia ficar ao lado do outro em uma distância menor que um braço esticado (em direção a lateral do corpo). Esta pequena mudança não impediu que as pessoas conversassem. Mas diminuiu (e muito) a sensação que não estavam dando atenção aos clientes.
      Um procedimento simples e altamente eficaz. Não dá para proibir as pessoas de conversarem. Mas dá pra exigir uma distância mínima entre as pessoas. E isto é mais do que suficiente para aumentar a produtividade de atendimento e de vendas.

      Eu tenho um curso que se chama como motivar vendedores. Se te interessar, me mande um e-mail que te explico os detalhes contato@leandrobranquinho.com.br

  96. Olá!
    Eu trabalho em uma loja de roupas infantis e minha chefe queria muito que eu ficasse atrás dos clientes mesmo eles não se sentindo bem, E quando estava atendendo ela entra nas vendas e começa atender eu me sinto incompetente, oque eu devo fazer??

    • Debora, acompanhar seus clientes é diferente de segui-los que nem uma “sombra”. Não precisa ficar na cola, mas esteja sempre atenta para não perder os clientes de vista.

      Quanto a dona da loja entrar no meio do atendimento, é algo que você deveria entender como “ela quer te ajudar”. Aceita a ajuda, não existe nenhum mal nisto. Mas não se afaste do cliente, esteja ao lado dele para que você ou sua chefe reforcem que estão ali para ajudar.

  97. Ola Leandro,

    Sou vendedora de uma loja de cosmeticos importados,vendo bem porém gostaria de poder vender mais e assim ficar “de ponta” de vez enquando.Vc sabe,faz bem para o bolso e para o ego tambem.Estudo muito sobre o produto que vendo e sei exatamente o que o cliente procura,mais aquele entusiasmo de fazer o cliente levar mais itens em uma so venda,eu não consigo.Tipo empurrar mais coisas para os clientes,eu não consigo.Assim sou uma boa vendedora mais meus numeros não são os melhores.O que faço??? Tento empurrar mais coisas para os clientes??? Como devo fazer sem que o cliente perceba que estou “forçando “uma venda .HELP!!!!

    • Leandro Branquinho

      Que legal que mesmo vendendo bem, você quer se aperfeiçoar e vender mais.
      Um ponto importante é: Não tente empurrar produtos para os seus clientes.

      Se você conhece os produtos e conhece as necessidades de seus clientes, fica muito mais fácil vender itens adicionais ou itens complementares.

      Quer ver alguns exemplos?

      1-Se o cliente diz que quer comprar um perfume para usar no dia a dia e em ocasiões especiais. Dê 3 opções. Mostre um perfume versátil. Mostre um só para o dia a dia e um só para ocasiões especiais. Desta forma, se ele se interessar, fica fácil vender um perfume para cada ocasião.

      2-Se uma cliente pede para comprar uma maquiagem, ofereça um pincel. Mostre como um pincel novo pode deixar a maquiagem mais bonita.

      Parabéns por já ser uma boa vendedora.

      Mas lembre-se que pra vender ainda mais, é importante que você tenha a consciência de que está ajudando seus clientes.
      Empurrar produtos é a mentalidade de gente que quer só a comissão. Quando você entende que é possível ajudar ainda mais seus clientes, conseguirá vender mais de maneira complementar e adicional.

  98. gostei muito das suas dicas ,gostaria que me desse dicas para melhorar minha equipe. sou gerente ,não ganho o quanto preciso ,pedi aumento porém foi negado ,falaram que por conta de estarem com muitas dividas não dava ,todos os vendedores que naquela época foram embora ficou só eu , ate a dona saiu, e estes outros estam na empresa á 2 anos os donos,Eu era vendedora, fui VR agora sou gerente aumentaram meu posto porém meu salário não.

    • Olá, Mari.
      Não entendi se quer dicas para melhorar a equipe ou se quer dicas para receber um aumento.

      Se for sobre a equipe, qual é exatamente a sua dificuldade?

  99. Olá Leandro Branquinho. Eu pude perceber que você é uma pessoa inteligente e que busca um sabedoria divina coisas que estão raras no mundo de hoje é vejo você ajudado pessoas, que é um ato nobre da sua parte, que Deus abençoe ricamente você é sua família.

  100. Boa tarde Leandro! Amei este teu texto!
    Trabalho com uma boutique de vinhos, e amo atender o público. Porém venho aqui para pedir sua ajuda hehe.. acontece que eu entrei em um negócio para vender produtos eróticos em meu tempo livre. Ainda que eu tenha produtos mais discretos e sutis, e que eu lido muito bem com o público, mesmo sendo desinibida estou enfrentando uma grande dificuldade nas vendas destes produtos. Procurei conhecer bem a empresa e o que cada produto lhe fornece. Sou discreta ao vender mas ainda assim bem entusiasmada. Sei que é o tipo de produto que muitas clientes ficam acanhadas em comprar , mas estou a analisar todas as formar possíveis de não ser invasiva e de ter sucesso nas vendas destes produtos. Gostaria de uma luz , por favor. Obrigada 🙂

  101. Boa noite Leandro,

    Estava procurando um site que fala sobre vendas para ter experiencia profissional e encontrei o seu. Parabéns pelos conselhos e dicas que tem passado para as pessoas, estou vendendo produtos congelados de uma marca boa e conhecida no mercado, porém não tenho preço bom para trabalhar, tenho feito ligações envio email aos cliente e sempre recebo a mesma resposta, que meu produto tem qualidade mas não tem margem de preço do mercado e quando passo para a empresa não tenho retorno rápido de negociação e muito menos argumento sobre isso para passar ao cliente, vendo para restaurantes e supermercados.
    Nesse caso o que devo fazer.

    Grata,

    • Olá, Alice.
      Eu tenho um amigo que diz:
      “O sabão em pó mais vendido do Brasil não é o mais barato.

      O carro popular mais vendido no Brasil não é o mais barato.”

      A gasolina mais vendida de sua cidade, provavelmente, não é a mais barata.
      Se custa mais caro, tem um motivo.
      Se este motivo for algo relevante para os seus clientes, explore isto.

  102. olá Leandro eu comecei a trabalhar pouco tempo de vendedora numa loja de roupas, só q eu falo baixo e sou timida como q eu faço pra mim ser mais comunicativa e aprender a falar mais alto?

    • Olá, Jéssica.
      Esta é uma dúvida muito comum.

      A verdade é que nem sempre você terá que falar alto.

      O que realmente importa é como fala os seus clientes.
      Se seu cliente falar baixinho, seja você mesma e terá mais chances de vender.

      Porém, se o seu cliente falar mais alto, é seu papel aumentar um pouco o seu tom de voz.
      Desta forma, vocês estarão em uma sintonia melhor. Consequentemente, será mais fácil vender.

      A dica é:
      Perceba o tom de voz de seu cliente e tente se adaptar.

  103. Boa noite Leandro!
    Entrei na rede social para olhar algumas dicas de vendas coisa que gosto muito de fazer: Vender e trabalhar com pessoas (Já trabalhei como encarregada de DP e Vendedora também) e encontrei você! Amei todas as dicas, parabéns pelo seu profissionalismo e por responder a todos com precisão.
    Estou atualmente trabalhando como representante de comercial de um portal de notícias e Jornal impresso, negócios da família onde eu fui incumbida pela parte das vendas, e por se tratar de um produto novo que nunca vendi como posso expandir conquistar cliente para anunciar? Gostaria de algumas dicas suas!!! Obrigada!!

    • Lucilene, a melhor forma de vender anúncios de jornnal e portal de notícias é estabelecendo um relacionamento com tomadores de decisão.

      Que tipo de empresa anuncia?
      Descubra quem são os tomadores de decisão e estabeleça um relacionamento inicial. Não adicione no Facebook e já comece a fazer propaganda. Fale de assuntos que sejam de interesse de vocês dois. E aos poucos diga o que faz e o que vende.
      Dá trabalho.
      Mas é o jeito mais eficaz.

  104. Nunca olhei dessa forma, me fez pensar. Parabéns

  105. Discordo do texto, pois cliente entram sim em loja só para passear e não comprar.
    E quando a pessoa fala que está só passeando, que vai ver à vontade, o vendedor tem que espirrar.

    • Talvez eu não tenha me expressado de uma maneira que você entendesse. Eu não disse que todo cliente que entra em uma loja, entra para comprar. Mas certamente, não foi para passear. Se a pessoa entrou, significa que ela tem um desejo, uma vontade ou uma necessidade. Uma pessoa que não gosta de pesca, tem pavor de pescaria e odeia peixe, jamais entrará em uma loja de pesca apenas para passear.

      Bons vendedores descobrem (sem serem chatos) qual o motivo do cliente ter entrado na loja 😉

  106. Olá Leandro tudo bem ? Então eu já trabalho com vendas a algum tempo, 2 anos pra se exata. E há uma semana comecei a trabalhar em uma loja de móveis . Estou gostando bastante, e gostaria que me desse algumas dicas de como melhor atender e vender , já que eu até então não havia trabalhado neste ramo.
    Acredito que posso me destacar tendo as atitudes certas!
    Muito obrigada !

  107. ola leandro gostaria de contato por e-mail, pois percebi que agrega vasto conhecimento e isso que preciso pra me destacar ainda mais na empresa em que trabalho estou no meu um ano e meio de trabalho com vendas e sou considerado o melhor da minha filial , mais meu objetivo e ser o vendedor destaque da loja toda ser a referencia aguardo retorno. obrigado

  108. Olá, Leandro. Tudo bem? Suas dicas estão me ajudando muito, sou vendedora em uma loja de roupas femininas e a loja tem uma pegada diferente, um estilo meio eururopeu( sou gaúcha) e eu vejo que as mulheres não sei se é por serem gaúchas, elas têm medo do diferente. O que posso fazer quanto à isso??
    E tenho um outro problema muito grave que é nn conseguir ligar para as clientes, ou mantar uma mensagem de resto avisando q chegou novidades, sei lá, eu travo quando o assunto é esse, não sei como me expressar em uma ligação e como seria a forma mais correta de redigir uma mensagem. Me ajuda por favor?! Agradeço desde já. Abraço!

  109. Olá boa tarde!! Trabalho em um Ateliê de tela,Bom estou com uma dúvida que sempre me pega quando algum cliente se aprixima… qual dica daria; naquele momento em que o cliente fica alí parado olhando e namorando o produto, falar ou não falar ? e o que falar?!! Digo isso porque isso sempre me pega no atendimento, porque às vezes alguns clientes gostam outros não, outros ignoram a presença

  110. Caroline Miranda Mendonça

    Oii tudo bem? adorei as suas dicas e gostaria de pedir umas.. vou iniciar vendas porta a porta de calças montaria (tipo legging) e não sei o que falar quando a pessoa me atender.. já sei que vou entregar meu cartão e dizer que vendo roupas plus size, mas que naquele momento estarei vendendo calças do M ao GG… ou seja é muita informação? alguma dica?
    Obrigada.

  111. Jéssica de Oliveira Cardoso

    Olá. Meu nome é Jéssica
    Tenho loja ,quebrei vendendo fiado, comecei de novo vendendo a vista ,mais soh faço pra pagar empréstimo e aluguel ai nao sobra pra compra d mercadoria, dai eu empresto todo mês com juros pra mim repor .. Meu marido disse pra mim vender em casa e arruma outro serviço . Pelo menos livro do aluguel . O que acha?

  112. Para vᥱnder cosméticօs pela Internet, é necessário
    cгiar e manter umа loja virtual, onde ѕerão disponibilizados os cosméticos.

  113. Luiz Cláudio Ribeiro Pereira

    Leandra! Só dono de uma loja fitness e moda praia, No inverno as minhas vendas cai muito, me ajude ai peixe.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

© Leandro Branquinho 2017, All Rights Reserved